logo
Terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Contran altera norma para o transporte de crianças em veículos antigos

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicou dia 06 de setembro a Deliberação n° 100 que altera as regras para o transporte de crianças em veículos que possuem apenas o cinto abdominal (dois pontos) no banco traseiro.  No caso dos veículos dotados apenas de cinto abdominal no banco de trás, o transporte de criança com idade inferior a dez anos poderá ser realizado no banco dianteiro do veículo com o uso do dispositivo de retenção adequado para a criança (bebê conforto, cadeirinha, assento de elevação ou cinto de segurança, conforme a idade).

Decisão foi baseada na atual indisponibilidade de equipamentos para transporte de crianças nos veículos fabricados com o cinto de segurança de dois pontos

Segundo a deliberação, nesses veículos as crianças de quatro a sete anos e meio de idade poderão ser transportadas no banco traseiro utilizando o cinto de segurança de dois pontos sem o dispositivo denominado assento de elevação. A decisão do presidente do Contran, Alfredo Peres da Silva, foi baseada na atual indisponibilidade de equipamentos para transporte de crianças nos veículos fabricados com o cinto de segurança de dois pontos.

Obrigatoriedade em vans escolares – O Contran vai exigir que as vans escolares também usem cadeirinhas para transportar crianças de até 7 anos de idade. A regra deve ser implantada em 2011. Segundo o Contran, ônibus e táxis continuarão livres da obrigação.

Regras para o transporte de crianças em veículos:

 

As crianças menores de dez anos devem ser transportadas no banco traseiro dos veículos utilizando equipamentos de retenção. (Observar as exceções determinadas pelo Contran). As crianças de até um ano de idade deverão ser transportadas no equipamento denominado conversível ou bebê conforto, crianças entre um e quatro anos em cadeirinhas e de quatro a sete anos e meio em assentos de elevação. (Observar as exceções para os veículos dotados apenas de cinto abdominal no banco traseiro)

A Resolução do Contran não exige o selo do Inmetro para os equipamentos utilizados no transporte de crianças.

No caso da quantidade de crianças com idade inferior a dez anos exceder a capacidade de lotação do banco traseiro é permitido o transporte da criança de maior estatura no banco dianteiro, desde que utilize o dispositivo de retenção.

No caso de veículos que possuem somente banco dianteiro também é permitido o transporte de crianças de até dez anos de idade utilizando sempre o dispositivo de retenção.

Para o transporte de crianças no banco dianteiro de veículos que possuem dispositivo suplementar de retenção (airbag), o equipamento de retenção de criança deve ser utilizado no sentido da marcha do veículo. Neste caso, o equipamento de retenção de criança não poderá possuir bandejas ou acessórios equivalentes e o banco deverá ser ajustado em sua última posição de recuo, exceto no caso de indicação específica do fabricante do veículo.

No caso de motocicletas, motonetas e ciclomotores o Código de Trânsito Brasileiro estabelece no artigo 244, inciso V, que somente poderão ser transportadas nestes veículos crianças a partir de sete anos de idade e que possuam condições de cuidar de sua própria segurança.

Quem descumprir as normas referentes ao transporte de criança está sujeito a penalidade prevista no artigo 168 do Código de Trânsito Brasileiro, que considera a infração gravíssima e prevê multa de R$ 191,54, sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação e a retenção do veículo até que a irregularidade seja sanada.

PéssimoRuimRegularBomÓtimo (Sem avaliação ainda)
Loading ... Loading ...

2 comentários para “Contran altera norma para o transporte de crianças em veículos antigos”

  • Costa disse:

    Será que a turma da prefeitura vai cumprir a lei de transito tambêm?
    veja como o onibus da prefeitura de transporte escolar adaptado transporta os os deficientes.
    quem vai exigir da prefeitura um transporte correto? se eles são os primeiros fazer tudo errado veja errado. veja este link que absurdo isso é um crime.

    http://www.orkut.com.br/Main#Album?uid=9238335977399416957&aid=1301678581

    O que você achou deste comentário? Thumb up 3 Thumb down 0

  • Max Joel disse:

    Essas vans escolares aqui de ribeirao Pires não respeitam nenhuma lei, porque ninguem fiscaliza, os motoristas são despreparados, acho que devem comprar a credencial para transporte escolar, colocam as crianças em risco tanto no transito quanto nas portas das escolas parando em fila dupla ou locais de risco. Eu não coloco minha filha numa perua destas mas nem que a vaca tussa.

    O que você achou deste comentário? Thumb up 3 Thumb down 0

Deixe um comentário

Enquete Mais Notícias

Advanced Poll

Em sua opinião, qual foi o melhor vereador de Ribeirão Pires em 2014? Dê o seu voto! O resulta sairá no Jornal Mais Notícia dia 18 de dezembro.