Além do Mais…

Amigos unidos

O que as secretarias de Administração, Assuntos Estratégicos, Comunicação, Desenvolvimento Econômico, Governo, Obras, Política Comunitária Institucional e Segurança têm em comum? Todas abraçaram efusivamente o secretário de Saúde Jorge Mitidiero e compareceram em bloco na Câmara por meio de seus respectivos titulares para acompanhar a defesa do secretário frente às acusações do MP. Afinal, amigos unidos jamais serão vencidos!

Trombada

Finda a explanação do Dr. Jorge Mitidiero, mesmo o plenário tendo ficado quase vazio, ainda havia uma missão a ser cumprida: a sessão da Câmara, com quatro itens na Ordem do Dia. Para não se alongar muito, os vereadores trataram de votar os itens em bloco. Entretanto, a agilidade foi tanta que aconteceu até mesmo um acidente de percurso na votação: o primeiro secretário, Banha, abriu a votação antes de mesmo do presidente da mesa, Gerson Constantino, declará-la como iniciada. Se é em um cruzamento…

Agora para ficar…

Dentre os poucos que prestigiaram a sessão da semana, estava lá uma figura que andava meio sumida dos holofotes: o ex-vereador José Maria Adriano. Mesmo tendo ficado no cantinho, assistindo a tudo com a maior atenção de forma discreta, foi notado pelo presidente, que registrou sua presença em alto em bom som. Feliz da vida, ele acenou, agradeceu e mostrou que está pronto para ser o dono de uma das 17 cadeiras de 2012.

Passando com dez

A pré-candidata Cléo Meira, presidente local do PTN, tem feito a “lição de casa” com afinco a fim de também ter seu lugar ao sol em 2012. Frequentadora assídua da Câmara, ela tem acompanhado de perto as discussões dos projetos que tramitam na casa. Uma coisa é certa: se ela estiver entre os selecionados, promete fazer bonito. Há quem diga, inclusive, que ela está mais inteirada dos assuntos do que alguns que estão como titulares das cadeiras…

Briga de foice

A anunciada troca de chefe do executivo de Rio Grande da Serra promete ter capítulos emocionantes nos próximos meses. Há pelo menos três candidatos, com a possibilidade de um quarto. Mas, briga mesmo, segundo um “tucaninho sussurrante”, deve acontecer na chapa governista. O penoso conta a ventos distantes do trevo que a indicação de Gabriel Maranhão foi acatada, mas não digerida e deixou descontentes que, até mesmo, pensam em voar para “gaiolas alheias”. A única exigência é que morem na cidade…

Compartilhe