Além do Mais…

Fogo Amigo

Comenta-se que, caso o nome indicado por Volpi para tentar a sua sucessão seja mesmo o de Dedé, haverá uma debandada do grupo governista. Vários nomes de peso do governo, que tem compromisso com outros pré-candidatos, poderão migrar para o grupo de Saulo Benevides, manter-se neutros ou, até mesmo, iniciar um verdadeiro bombardeio contra Dedé, o chamado “Fogo Amigo”- resultado da falta de simpatia da maioria para com o atual vice-prefeito.

Maromba

Alheio a tudo isso, Dedé tem se preparado intensamente para a chamada maratona de campanha. Segundo uma fonte dos meios marombeiros da cidade, ele virou assíduo aluno de uma academia da cidade e tem recebido elogios. Isso mostra que, se politicamente a situação ainda é nebulosa, fisicamente ele está “nos trinques”.

Acordos

Mas o caso pode dar uma volta surpreendente. Segundo nosso agente da SIA (Serviço de Informações Anônimas), Dedé teria espalhado por aí o comentário de que já estava com acordo fechado com Saulo Benevides e que, com isso, as eleições estariam decididas. No entanto, Dedé teria se esquecido de avisar Benevides do acordo, já que este anda negociando uma dobrada onde Dedé sequer faria parte do grupo.

Invertida

Um importante político da cidade esteve em uma situação embaraçosa no último final de semana ao fazer um comentário no Facebook, popular rede social da Internet, informando sobre a existência de ruas que não estavam regularizadas, impedindo seus moradores de ter acesso a serviços básicos. Informada, uma internauta não economizou no “peso” do comentário: “ah é, só depois de vários anos na administração é que você foi perceber?” Pois é, cuidado e canja de galinha não fazem mal a ninguém…

A discórdia

Como já havia dito o prefeito de uma importante cidade do Brasil, um pombo-correio verde informou que a demora na divulgação dos resultados da pesquisa encomendada pelo governo para indicar o candidato da situação, não agradou ao prefeito, que teria mandado refazê-la. No mesmo pio, o informante voador também disse que os dois candidatos da oposição dividem quase metade das intenções de voto. Isso mostra que, sem sombra de dúvida, a decisão será dolorosa.

Compartilhe