Além do Mais – 13/10/2017

Medo de Ribeirão

Haja vista que o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero não pode deixar o país, pareceu que ele se “confundiu” e pensou que Ribeirão Pires se situava no estrangeiro, pois não compareceu ao lançamento do projeto Gol do Brasil na semana passada. Walter Feldman fez as honras. Ribeirão faz parte do Brasil, Sr. Del Nero, fique tranquilo.

Toma cuidado

As autoridades precisam ficar de olhos abertos no que fazem e autorizam. Uma ação equivocada pode vir a ser, literalmente, fatal. O pior é que o raio cai sim duas vezes no mesmo lugar, já que estes mesmos não aprenderam com o que fizeram no passado. Como diz o velho ditado, “errar é humano, insistir no erro é burrice”.

Coadjuvante I

Neymar acertou em cheio ao deixar o Barcelona e se transferir para o Paris Saint Germain. O craque brasileiro que alguns insistem em alçar ao nível do gênio argentino Lionel Messi continuaria mero coadjuvante e à sombra do grande mestre, caso permanecesse no estrelado clube catalão.

Coadjuvante II

Neymar, craque de indiscutíveis qualidades e a maior revelação após Ronaldo Fenômeno, ainda perde oportunidades de gol, como aconteceu nas partidas contra Bolívia e Chile. O genial Messi, por sua vez, “matou” o goleiro equatoriano com toques mágicos e classificou os “hermanos” para a Copa da Rússia.

Compartilhe