Além do Mais

UFC em Ribeirão I

Nas últimas semanas, as queixas de Saulo Benevides em relação ao legado que seu antecessor, Clóvis Volpi, lhe deixou geraram uma espécie de crise institucional, com direito a ataques e contra-ataques francos de ambas as partes. O novo presidente do PV, Claudio do Luzo fez questão de ressaltar que, ao menos neste momento, o assunto não envolverá a legenda.

UFC em Ribeirão II

Mas como tudo nessa vida tem vários lados, nosso repórter do além relata que a coisa pode esquentar nos próximos meses. Isso porque algumas acusações do lado governista questionando a idoneidade de membros do partido que estiveram na Prefeitura não teria pegado nada bem. Já há quem diga abertamente que o contra-ataque já está “no forno” e que o tempero vai ser bem carregado…

UFC em Ribeirão III

Se o cobertor é curto e “pelejado”, como disse Clóvis Volpi, quem o herdou quer exercer o direto à reclamação. A nova Administração, após levantar os débitos pendentes, planeja acionar o Ministério Público para tentar enquadrar o ex-prefeito na Lei de Responsabilidade Fiscal. Na letra fria da lei, ele poderia até mesmo ser preso entre1 a4 anos, além de ser enquadrado na Lei Ficha Limpa.

UFC em Ribeirão IV

Entretanto, juristas consultados por esta publicação, afirmaram que, na conjuntura atual, isso não aconteceria e a pena no máximo multa ou prestação de serviços à comunidade. Quanto a Ficha Limpa, ele já se aposentou e, portanto, não teria qualquer influência na sua vida política. Desta maneira, a ação pode acabar sendo mero “mise-em-scène” ou, em português claro, jogo para a torcida.

Do outro lado do ringue…

Segundo nosso repórter do além, há uma esperança (nada velada) de que seja realizada uma nova eleição. O chamado “Caso Saulo”, que poderia invalidar a eleição do novo prefeito por abuso de poder econômico ainda está correndo na Justiça Eleitoral de São Paulo, e, atualmente, está na Procuradoria Regional Eleitoral. Sabendo que a situação ainda pode mudar, já há até nomes sendo cogitados para as eleições. E alguns deles, são bem conhecidos…

O amor está no fim?

Dizem que o amor começa sempre na paixonite, aquela fase em que tudo é “cor-de-rosa” e belo e os defeitos somem. Passada essa fase, que durou só trinta dias, já não são raras as queixas contra a gestão Saulo, especialmente no que se refere à manutenção das ruas da cidade, tomadas por mato e buracos até mesmo na região central. Como em toda relação, se um dos lados não “mudar para melhor”, o divórcio pode ser inevitável…

 

Compartilhe