Saulo Benevides é diplomado prefeito de Ribeirão Pires

Este é o grupo que governará a cidade até 2016

“Há poucas repúblicas no mundo, e mesmo assim elas devem a liberdade aos seus rochedos ou ao mar que as defende. Os homens raramente são dignos de se governar a si mesmos”, foi com essas palavras do filósofo e iluminista francês Voltaire, o juiz eleitoral José Wellington da Costa Neto deu boas vindas aos novos eleitos de Ribeirão Pires. Na tarde desta quarta-feira, o prefeito Saulo Benevides, sua vice Leonice Moura e os 17 vereadores eleitos foram diplomados.

José Wellington realizou um discurso voltado ao cenário político atual fazendo referência inclusive ao julgamento do ‘Mensalão’. “O Mensalão deve servir de exemplo aos eleitores”, disse ao alertar os novos vereadores sobre o poder do povo de lutar contra a corrupção política. O magistrado também reconheceu o embate jurídico que se travou na cidade durante o pleito: “Este ano eleitoral foi um dos mais conturbados que a cidade já viu”.

Moralista, o juiz responsável pela Zona Eleitoral 183 filosofou: “Hoje vocês ‘estão’ vereadores, mas vocês ‘são’ homens para a vida toda. Plante a diferença, deixe um legado digno”. Antes de concluir, Wellington cobrou do cidadão o dever de fiscalizar as ações do político eleito. Aos diplomados aconselhou que o grupo fosse “digno de governar”.

Ao final do evento, o novo prefeito diplomado atendeu a imprensa onde declarou que nunca havia duvidado de que seria diplomado e empossado. “        Houve muitos processos, muitas situações, mas nada abalou nosso entusiasmo de lutar pelo que há de melhor para a cidade. Se tivesse ocorrido outra eleição, como muitos desejaram, nosso grupo novamente sairia vencedor”.

Além de Saulo e Leo Moura, os demais diplomados foram: Mercedes D’Orto (PV), Gabriel Roncon (PR), Hércules Giarola (PR), Gê do Aliança (PV), Rubens Fernandes (PMDB), Jorge da Autoescola (DEM), Edson Savietto (PDT), Arnaldo Sapateiro (PSB), Diva do Posto (PR), José Maria Adriano (PMDB), Zé Nelson (PSD), Anderson Benevides (PMN), Cléo Meira (PTN), Renato Foresto (PT), Silvino Castro (PRB), Flávio Gomes (PPS) e José Nelson da Paixão (PPS).

Com diplomas em mãos, o foco agora será a disputa pela presidência da Casa. Segundo circula pelos bastidores políticos, Mercedes D’Orto deverá encabeçar uma chapa que disputará atenções contra Jorginho da Autoescola (indicado do atual prefeito) e Banha (cabeça da chapa de oposição). Apesar de parceiros, os indicados articulam e se mostram confiantes com a liderança da Câmara.

Compartilhe