Ribeirão Pires em luto – Valdírio Prisco morre aos 80 anos

Ontem, dia 18, após sofrer uma arritmia e ser conduzido ao Hospital Brasil, em Santo André, o ex-prefeito de Ribeirão Pires, Valdírio Prisco veio a falecer no final da tarde, tendo permanecido por algumas horas na UTI.  Prisco completaria 80 anos no próximo dia 10 de julho. O velório foi realizado neste sábado, dia 19, na Câmara. O sepultamento também no sábdo, às 16h no Cemitério Ribeirão Pires.

Valdírio Prisco – uma das lendas das história de Ribeirão Pires

Valdírio se preparava para concorrer nas eleições municipais deste ano como pré-candidato a vereador pelo PMDB. Na política de Ribeirão Pires, Prisco atuou como prefeito durante três mandatos (1973 a 1976, 1983 a 1988 e 1993 a 1996). Ao ser eleito como chefe do Executivo pela primeira vez, na época pelo Arena, Valdírio conquistou 3.175 votos. Já na última eleição em que participou, embora tenha perdido a disputa das urnas, bateu a marca de oito mil votos.

Valdírio Prisco foi o sexto personagem a assumir o posto de prefeito de Ribeirão Pires. Em seu primeiro mandato, fez uma ação que transformou a cidade: o desmonte total da segunda parte e mais alta do Morro Santo Antônio para ampliação do centro comercial, iniciada pelo ex-prefeito Santinho Carnavale, em 1968. Antonio Simões, quando vereador, fez uma parte do projeto e da desapropriação. Prisco fez a execução do serviço de derrubada do morro, em 1974. No segundo mandato, Prisco duplicou o Viaduto da Vila Ema e efetuou o calçamento de várias ruas vicinais. Em sua última gestão, construiu o Centro Cívico “Complexo Ayrton Senna”, na Avenida Brasil, mudando o gabinete para o local.

Compartilhe