O que representa o título de Estância Turística?

Nem todas as cidades conseguem o título de Estância Turística, é preciso passar por uma avaliação e atingir alguns critérios. A nomenclatura é concedida exclusivamente pelo Governo do Estado de São Paulo a municípios que apresentam características turísticas e determinados requisitos como: condições de lazer, recreação, recursos naturais e culturais específicos. Além disso, critérios como infraestrutura e serviços dimensionados à atividade turística precisam ser evidentes na cidade. Foi assim que Ribeirão Pires passou de ser um simples município para tornar-se uma estância.

A Pérola da Serra será ainda mais bela

A alteração no nome da cidade trás ainda outros benefícios. Os municípios com este status podem receber aportes financeiros específicos para incentivo ao turismo. O Estado de São Paulo possuí 67 cidades que são consideradas estâncias por cumprirem essas determinações e Ribeirão Pires é uma delas.  Cada uma dessas cidades provou que têm vocação para desenvolver negócios voltados ao turismo promovendo atração de visitantes durante todo o ano. Os município recebem verba maior por parte do Estado para investimentos voltado ao turismo. O DADE (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) é o órgão responsável por repassar verbas.

Recentemente Ribeirão Pires recebeu do DADE uma considerável soma financeira para que realizasse obras de recuperação nos morros São José e Santo Antônio, parcialmente interditados desde o período de chuvas do ano passado.

Além das estâncias turísticas também existem as climáticas, as balneárias e as hidrominerais. Cada uma dotada de características específicas.

Para manter o título, cada cidade precisa apresentar um planejamento adequado para fomentar tradição, cultura, preservação de patrimônios históricos, artesanato típico, paisagem atrativa e centros de lazer e gastronomia.

Como é possível perceber, Ribeirão Pires, como Estância Turística, possui alguns atributos necessários para a manutenção do selo turístico.  Por ser um município em desenvolvimento, a cidade ainda é carente em áreas de lazer e recreação. Os principais atrativos locais são eventos esparsos que, em sua maioria, são voltados para a comunidade local. Apenas as últimas versões do Festival do Chocolate conseguiram atrair um número maior de turistas de outras localidades.

Dentre os poucos pontos eventos turísticos, destacam-se: a Pedra do Elefante, localizada no bairro da Quarta Divisão; Mirante do Morro de Santo Antônio; Mirante de São José; Festa do Pilar; e o Festival do Chocolate.

Compartilhe