A volta dos que não foram

“Tais episódios servem para fomentar a discussão positiva em prol de uma Ribeirão Pires melhor para todos.”

E depois de aproximadamente um mês, a Câmara Municipal de Ribeirão Pires voltou a ser ocupada pelos vereadores da cidade e munícipes para serem parte da primeira Sessão Ordinária do ano. E já voltou com tudo. A Casa de Leis foi palco de sete itens a serem votados, todos com maioria para rejeição (Saiba mais na página ao lado).

Só que, apesar do recesso nas votações semanais, os edis não pararam. Ao menos, parte deles. Especialmente nas redes sociais, via-se muita movimentação em bairros, conversas com moradores e conquistas para a cidade.

Ano novo, vida nova. Afinal de contas, entramos em 2018 de um jeito diferente de 2017. A gestão Kiko já está há um ano no poder, ou seja, mais do que habituada à cidade e vice-versa. Além disso, novos e antigos vereadores já estão mais do que entrosados e também já sabem como é o jeito de governar de Kiko e sua equipe.

Apesar dessa aparente tranquilidade, nos bastidores as coisas seguem “estranhas”. Na semana passada, durante o lançamento do projeto “Personal para Todos”, por exemplo, o vice-prefeito Gabriel Eid Roncon, à época prefeito em exercício, aproveitou sua fala para criticar veementemente a oposição.

De acordo com Roncon, a maioria das licitações solicitadas pela Prefeitura vem sendo barrada por tal ala. “Essa oposição não é uma oposição ao prefeito Kiko, mas, sim, à cidade de Ribeirão Pires”, disparou.

Só que, do outro lado, há quem reclame do comportamento da Prefeitura após a rejeição ao projeto do Executivo que solicitava cobrança de taxa sobre o lixo recolhido no município. De qualquer forma, tais episódios servem para fomentar a discussão positiva em prol de uma Ribeirão Pires melhor para todos, pois, presume-se que, quem está no poder é para ajudar a todos e não só a si mesmo.

Dito isso, só nos resta esperar que as Sessões sejam bastante produtivas para a população e que a mesma compareça em bom número para ouvir as propostas dos senhores vereadores e discutir as necessidades de cada região da cidade. Só assim para fazermos Ribeirão Pires que é “deste Brasil pequenina fração, mas muito grande ‘em nossos corações’” grande também na qualidade de vida ofertada para seus moradores.

Compartilhe