logo
Sábado, 23 de Agosto de 2014

Ultrassonografia Mamária X Mamografia

Quando se pensa em exames para prevenção de câncer de mama, o que vem à mente é sempre o rastreamento com mamografia anual, sem considerar as limitações do método.

A ultrassonografia não substitui a mamografia, e sim é um complemento desta

Nos Estados Unidos, as limitações da mamografia no diagnóstico de câncer de mama em mulheres com mamas densas vêm sendo debatidas envolvendo organizações criadas por mulheres ou familiares que tiveram o diagnóstico tardio de câncer, devido à densidade alta de suas mamas, apesar de se submeterem à mamografia de rotina.

Mas o que são as mamas densas?

Durante o envelhecimento da mulher, após os 30/40 anos, há uma substituição do tecido fibroglandular (tecido que produz leite) pelo tecido adiposo (gordura) e este tecido fibroglandular no exame mamográfico apresenta-se como áreas opacas, escondendo por detrás nódulos que possuem a mesma densidade, dificultando de maneira considerável o diagnóstico dos tumores, principalmente dos pequenos.

Na ultrassonografia, a mama densa facilita a detecção dos nódulos, enquanto o tecido adiposo dificulta. Concluindo: a ultrassonografia é o método indicado em mulheres com idade inferior a 30 anos ou que possuam mamas densas com idade mais avançada e na diferenciação de lesões visualizadas à mamografia.

Em 2008, foram publicados estudos que demonstraram que a adição de um único exame ultrassonográfico ao mamográfico pôde diagnosticar 28% a mais tumores que a mamografia isolada em mulheres com mamas densas e risco aumentado para câncer de mama.

Estudos posteriores mostraram que o rastreamento anual com a ultrassonografia associada à mamografia é significativamente mais eficiente para detecção precoce das doenças mamárias nestas mulheres. Lembrando que a ultrassonografia não substitui a mamografia, e sim é um complemento desta.

A mamografia ainda é o método de escolha no rastreamento e diagnóstico precoce de câncer de mama, devendo sempre que possível ser realizado anualmente após os 40 anos.

Dr. Valberto Fusari Jr.

Médico Ultrassonografista

Proprietário do Fusari Centro Diagnóstico por Imagem

CRM 109.792

PéssimoRuimRegularBomÓtimo (1 votos, média: 4,00 de 5)
Loading ... Loading ...

2 comentários para “Ultrassonografia Mamária X Mamografia”

  • Kely disse:

    Então eu fiz uma ultrassonografia das mamas, olha o que deu:

    Tecido celular subcutâneo sem alterações.

    Mamas simétricas, apresentando padrão eco-estrutural homogeneamente ecogênico, com predomínio do tecido fibroglanduar sobre o adiposo.

    Ausência de imagens sugestivas de massas mamárias sólidas ou císticas.

    Tecido adiposo retro-mamário sem anormalidades.
    Planos musculares e regiões axilares livres.
    Veias subclávias com calibres e contornos normais.

    CONCLUSÃO: Ultrassonografia mamária compatível com a normalidade.

    Mamas simétricas, apresentando padrão eco-estrutural homogeneamente ecogênico, com predomínio do tecido fibrogladuar sobre o adiposo. Essa parte não entendi muito bem!

    Está realmente tudo normal ?
    Obrigada!

    O que você achou deste comentário? Thumb up 0 Thumb down 1

  • carla disse:

    tecido mamário apresenta acotextura heterogenea, com predomínio fibroglandular nódulos ausentes. categoria 1 tenho 22 anos e nao tenho filhos o que é?

    O que você achou deste comentário? Thumb up 1 Thumb down 0

Deixe um comentário