SABESP promete solucionar refluxo de esgoto na cidade

Nas últimas semanas, a redação do Jornal Mais Notícias recebeu diversas reclamações a respeito de problemas com a rede de esgoto da cidade, mais especificamente com refluxo, que nada mais é do que o retorno das águas barrentas às residências.

Vazamento de esgotos têm causado transtornos

O que chamou atenção foi o fato de as queixas não estarem concentradas em apenas um ponto, mas em vários bairros. Na Santa Luzia, visitamos a Rua Brasília, onde as moradoras se mostraram indignadas: “há um mês e meio, a Sabesp fez obras, mas o problema persiste. Minha calçada chegou a quebrar com a água”, conta Maria Evanda dos Santos. “O cheiro é insuportável. Na minha casa, as fezes voltaram para a caixa de gordura, algo que nunca poderia ter acontecido”, disse Maria Aparecida França. Sua vizinha, Bernadete Kaoschnik ressaltou: “é ainda pior quando chove”.

Em outra ponta da cidade, na Rua José Mortari, Maria Jordão relatou que “a caixa de esgoto chegou a levantar com a força da água”. Maria Andrade, moradora da Emílio Veiga Garcia, mostrou uma parte de sua casa, que estava tomada pelo esgoto. “O esgoto volta todo para o meu banheiro”, contou. Na mesma rua, que é sem saída, um quadro chamou a atenção: havia uma rede de esgoto rompida que fluía rumo a represa Billings, algo que causa prejuízos para toda a comunidade.

SABESP – A empresa responsável pelo saneamento básico da cidade, a SABESP, afirmou por meio de carta assinada pelo Superintendente da Unidade de Negócio Sul, Roberval Tavares de Souza que “está atuando em várias frentes de serviços, solucionando os problemas apontados”. A seguir, detalhou os problemas: “Na Rua Brasília,  ocorreram solapamentos em alguns trechos da rua devido às fortes chuvas. No nº140 a Sabesp efetuará uma sondagem na rede esgoto com a finalidade de encontrar algum vazamento que, se encontrado, será consertado no prazo máximo de 72 horas. Caso não seja constatado problemas na rede de esgoto, a Prefeitura será avisada para que verifique a galeria de águas pluviais. Nas ruas José Mortari  e  Emílio Veiga Garcia, será necessário o conserto do coletor de esgoto e a reconstrução do poço de visita. Equipes da Sabesp estão no local executando os serviços”. Ele concluiu com uma mensagem à população: “Pedimos desculpas pelos transtornos ocasionados e continuamos à disposição para quaisquer outros esclarecimentos”.

Compartilhe