Ribeirão Pires reforça testes rápidos de HIV, Sífilis e Hepatite

Hoje, equipes da Secretaria de Saúde e Higiene da Prefeitura de Ribeirão Pires reforçam a realização de testes

Equipe da Secretaria de Saúde e Higiene da cidade realiza exames no Terminal Rodoviário

rápidos para diagnóstico de HIV, Sífilis e Hepatites B e C. A ação, que integra a programação da campanha Dezembro Vermelho, acontece das 13h30 às 16h30 no Terminal Rodoviário do município com o apoio da ONG Barong, da ARPA e do GAD (Grupo de Apoio à Diversidade).

Também hoje, às 8h, as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs/AIDS) foram tema de palestra para os moradores do Jardim Valentina, na Unidade Básica de Saúde do bairro. Todas as UBSs da cidade receberão a atividade como forma de disseminar conhecimento e ampliar as medidas preventivas.

Dezembro Vermelho

Durante todo o mês, as equipes da rede municipal irão reforçar as ações de prevenção das ISTs/AIDS. Em 1º de dezembro, Dia Mundial da Luta pela AIDS, tiveram início as ações da campanha Dezembro Vermelho, que chama a atenção da população sobre a importância da prevenção das doenças. À ocasião, profissionais da Secretaria de Saúde e Higiene, com apoio do Conselho Municipal de Diversidade Sexual, promoveram atividade de orientações à população e distribuição de kits de prevenção com preservativos na Praça Central da cidade.

A rede municipal de saúde conta com atendimento permanente durante todo o ano. O Serviço de Atenção Especializada/Ambulatório de Infectologia da cidade realiza testes gratuitos e sigilosos de HIV, sífilis e hepatites B e C (seg. a sex., das 7h às 17h – Avenida Francisco Monteiro, 205, Centro). No local, as equipes de saúde realizam orientação e aconselhamento aos pacientes, além de distribuir preservativos, materiais informativos e gel.

“Nossas equipes trabalham durante todo o ano para conscientizar os moradores sobre a importância da prevenção a essas infecções e a realização dos testes que possibilitam diagnóstico precoce. Essas ações estão sendo reforçadas e os profissionais do Serviço de Atenção Especializada estão preparados para acolher os moradores, esclarecerem suas dúvidas e orientarem sobre os serviços disponíveis gratuitamente em nossa rede”, explicou a secretária de Saúde e Higiene da cidade, Patrícia Freitas.

“Àquele que tem vida sexual ativa e não usou camisinha, ou a camisinha rompeu; que tem ou teve uma Infecção Sexualmente Transmissível; que compartilhou seringas e agulhas; que está grávida ou deseja engravidar recomenda-se fazer os exames. Diante de diagnóstico positivo, o usuário terá a possibilidade de adotar ou manter práticas de sexo seguro. Na testagem, faz parte o acolhimento do usuário que possui como foco a melhoria na qualidade de vida e na garantia dos direitos humanos”, afirmou a coordenadora do Programa IST/AIDS/Hepatites Virais/Tuberculose/Hanseníase, Nanci Garrido Butin.

Compartilhe