Paulo Freire forma mais de 500 pessoas

Após um longo ano de estudo dedicado, alunos do Centro de Formação Profissionalizante Professor Paulo Freire tiveram uma noite de destaque nesta última terça-feira, dia 13. Todos os que participaram dos cursos promovidos pela instituição puderam receber o diploma de conclusão durante a formatura realizada nas dependências da Igreja Mórmon (Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias), no bairro Santa Luzia.

Formandos e familiares lotaram o Salão Cultural da Igreja Mórmon, cedido para o evento

Uma comissão formada pelo vice-prefeito Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS), a primeira dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lígia Volpi, o secretário de Promoção Social, Eduardo Nogueira (PV) e o diretor da unidade do SENAI-Mauá, Getúlio Rocha Jr., participou do evento.

Ao dar abertura à entrega dos diplomas, uma das alunas, Maria de Lourdes Mariano, ressaltou a importância da formação na vida dos mais de 500 alunos da entidade formados na ocasião. “Nós, alunos do Centro Profissionalizante Paulo Freire, somos um grupo de jovens e adultos. Para alguns, o que fizemos foi um simples curso, mas para nós a conclusão desse estudo representa um verdadeiro avanço”, destacou a aluna.

Eliana Marques, secretária adjunta da Promoção Social e coordenadora do Centro de Formação ressaltou a parceria com o SENAI, que providenciou a melhora na qualidade dos cursos oferecidos pelo Centro Paulo Freire. Eliana também prestou uma homenagem surpresa ao secretário de Promoção Social. “O Eduardo Nogueira fez algo que nenhum outro secretário fez pela escola ao ampliar a qualidade e a extensão dos cursos. Nosso secretário participou de todos os momentos dos diversos cursos, o que nos dá mais satisfação”, comentou a coordenadora. Sob os auspícios de Nogueira, a entidade preparou salas de instrução em diversos bairros como Jardim Caçula, IV Divisão, Ouro Fino e Jardim Valentina, atendendo assim à grande parte da população.

Para o SENAI, parcerias com o Centro Profissionalizante Paulo Freire são importantes para qualificação de mão-de-obra a ser empregada pelo próprio mercado local e, por conta disso, em 2012 o SENAI estuda uma ampliação de cursos a serem oferecidos em parceria com a entidade.

Compartilhe