Palestra alerta contra riscos da Tuberculose

Evento será realizado no Hospital Nardini, em Mauá

Ainda tabu entre brasileiros, a Tuberculose tem na desinformação a grande vilã que compromete o acesso ao tratamento e prevenção. Segundo pesquisa recente da Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia, grande parte da população brasileira ainda confunde o agravamento da doença ao hábito de fumar, exposição à poluição ou clima frio e gripe mal curada. Há quem pense, inclusive, que a enfermidade seja transmitida hereditariamente. Como resultado, são 80 mil novos casos, com quase 5000 mortes, por ano.

Com objetivo de esclarecer as dúvidas sobre a doença o Hospital Dr. Radamés Nardini de Mauá, em parceria com a Secretaria de Saúde da Prefeitura, promove hoje, a partir das 14h, palestra com a coordenadora do Ambulatório de Tisiologia e Dermatologia Sanitária da Covisa (Centro de Orientação e Vigilância Sanitária), Neuza Maria Ferreira Jaloretto sob o tema “Desinformação ainda é desafio”. O evento, aberto à comunidade, será realizado em celebração ao Dia Mundial de Combate à Tuberculose, 24 de março.

“A tuberculose é antiga, mas não é passado. Estamos acima do recomendado quanto à cura, já que o Ministério da Saúde preconiza 85% de resolutividade. Mas devemos nos concentrar ainda mais no diagnóstico precoce. Se iniciarmos o tratamento a tempo, em 15 dias a pessoa já deixa de transmitir a bactéria”, explica Neuza.

O evento é gratuito e será realizado no próprio Hospital Nardini, que fica na Rua Regente Feijó, 166, Vila Bocaina, Mauá. Mais informações pelo telefone 4547-6999.

Compartilhe