Nova estação da CPTM começa a ser construída em novembro

Prefeito Saulo Benevides se reúne com presidente da Companhia que avisa: ordem de serviço será assinada em novembro

O prefeito de Ribeirão Pires, Saulo Benevides, se reuniu na manhã desta quarta-feira, dia 31, com o Diretor Presidente da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), Mário Manuel Seabra Rodrigues Bandeira. A construção da nova estação ferroviária da Estância foi pauta do encontro. A Companhia apresentou ao Chefe do Executivo o cronograma de execução do projeto, com ordem de início das obras previstas para novembro deste

Encontro foi realizado ontem.

ano, e investimentos na ordem de R$ 30 milhões.

Durante a reunião, Benevides reforçou algumas questões como o layout da estação, tendo em vista a padronização urbanística, um dos atrativos turísticos da Estância, e a acessibilidade. O Chefe do Executivo aproveitou o encontro para reivindicar, junto ao presidente da Companhia, a redução do intervalo entre os trens que atendem não apenas Ribeirão Pires, as outras cidades da região.

“A construção de nova estação é um grande avanço na qualidade do transporte ferroviário de passageiros. Diariamente, centenas de moradores de Ribeirão utilizam o serviço da CPTM. A Prefeitura está acompanhando todo o processo para construção da nova estação, que garantirá melhor estrutura para receber trabalhadores e visitantes”, declarou o prefeito Saulo Benevides.O prefeito lembrou ainda que Prefeitura e CPTM trataram juntas de vários pontos da obra ao longo destes sete meses de governo. “Mostramos a eles a nossa visão, de acordo com nossas peculiaridades. Outro fator importante foi a acessibilidade. Tudo foi construído de forma conjunta”, disse.

A construção de nova estação ferroviária possibilitará a integração com o Terminal Rodoviário Turístico e a modernização do acesso de pedestres, por meio de passarela, entre a Avenida Santo André e a Avenida Capitão José Gallo, eliminando a travessia em nível e contemplando todos os aspectos de acessibilidade e mobilidade urbana.

A estação ferroviária em operação na Estância, que data de 1885, é tombada pelo patrimônio histórico e conta com passarela antiga para transposição da ferrovia.

Compartilhe