Mulheres erram no sutiã ao praticar esportes, diz pesquisa

Pesquisa realizada por uma marca de moda íntima esportiva e publicado pelo site inglês Female First, revelou que 75% das mulheres não escolhem lingeries apropriadas para malhar. A maioria prefere optar por modelos bonitos, que deixem os seios com a aparência desejada, mesmo na hora de praticar exercícios.

Os motivos apontados vão desde não gostar do aspecto das peças que promovem suporte da região (15%); não gostar do formato dos seios nos sutiãs esportivos (12%); ou porque eles não combinam com o resto do look (7%). Ainda 10% afirmaram que acham seus seios pequenos e que eles não precisam de suporte extra.

Além dessas razões, muitas não souberam responder em que situações a região dos seios pede mais sustentação. Do grupo, 85% dispensariam a peça em atividades de baixo impacto, como ioga ou pilates; 40% não a usaria em aulas de dança e 20% não considera vesti-la nem para sessões de corrida.

Um terço das entrevistadas revelou que prefere malhar com um top bem apertado ou mesmo usar dois sutiãs ao mesmo tempo, opção de 16%. Durante a prática de exercícios, os seios podem se movimentar e balançar em uma distância de até 14 cm, causando danos aos tecidos locais, o que leva à flacidez em vez de trazer benefícios da malhação.

Na hora de praticar esportes, o melhor é adotar o modelo nadador. É recomendo peças com tecidos que facilitem a transpiração, como os derivados do algodão, para evitar problemas de pele.

Se a sustentação não é suficiente, o peso das mamas sobrecarrega a coluna cervical, provocando dores. Quem tem seios maiores deve redobrar o cuidado: o sutiã precisa ter as alças mais largas e a estrutura reforçada.

Compartilhe