Motoristas mal-educados desrespeitam vagas especiais no Assaí

Quem tem o costume de ir ao supermercado de carro sabe o transtorno que é encontrar uma vaga para estacionar o veículo perto da entrada do estabelecimento. Mas alguns “espertinhos” encontraram um jeito irregular de fazer isso, ocupando as vagas especiais que ficam estrategicamente colocadas em lugares privilegiados.

Isso tem acontecido por inúmeras vezes nos supermercados da nossa cidade. Esta semana mesmo, um munícipe foi até o atacadista Assaí quando se deparou com um condutor estacionando seu carro em vaga preferencial, sendo que o carro não tinha o adesivo obrigatório por lei nem nenhum ocupante com deficiência.

“Eu vi um veículo particular na vaga para cadeirante e educadamente o avisei que a vaga era especial. O mesmo, de maneira grosseira, respondeu que tinha direito por lei de estacionar porque tinha um criança pequena e que sua esposa estaria grávida, ainda que o ventre não sugerisse gravidez”, disse a leitora Elisabete S, que ainda relatou ter procurado o serviço de atendimento do Assaí para comunicar o fato, mas a atendente informou que “não compete ao estabelecimento fiscalizar o uso das vagas especiais” – lembrando que elas estão dentro da área da loja.

O Grupo Pão de Açúcar, responsável pelo atacadista Assai, em contato com o Jornal Mais Notícias, informou que o grupo “pauta suas ações no respeito irrestrito às leis vigentes” e que “em relação às vagas de estacionamento para deficientes, a rede cumpre o percentual estipulado por cada município e possui equipe treinada para fiscalizar e orientar os clientes quanto ao uso correto dessas vagas”. A rede ainda informou que “abriu uma análise interna para apuração dos fatos” e que “tomará as medidas cabíveis”.

Compartilhe