Moradores de Ribeirão aderiram à campanha de testes de DSTs

Em Ribeirão Pires, o Dia Mundial da Luta contra a AIDS, 01 de dezembro, foi marcado por atividades de conscientização sobre a importância da prevenção a essa e outras doenças sexualmente transmissíveis. Somente na última sexta-feira, dia 30, durante programação em comemoração ao Dia, moradores receberam materiais informativos, preservativos e orientação na Praça Central da Vila do Doce.

Símbolo da luta contra a AIDS, Laço Vermelho é colocado em pontos da cidade

Apresentação musical fez parte das atividades. Artistas da cidade subiram ao palco para cantar grandes sucessos e falar com o público, principalmente jovem, sobre a importância e métodos de prevenção à AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis e também sobre os serviços gratuitos disponíveis na rede municipal de saúde para testagem, aconselhamento e tratamento das doenças.

Excepcionalmente neste último sábado, Dia Mundial da Luta contra a AIDS, o Ambulatório de Infectologia da Prefeitura funcionou, das 8h às 17h, para a realização gratuita de testes no CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento).

O Dia Mundial da Luta contra a AIDS também marcou o fim da 5ª campanha Fique Sabendo, promovida pela Secretaria de Saúde e Higiene de Ribeirão Pires. Desde o dia 22, os moradores foram estimulados a realizar gratuitamente os exames de HIV, Sífilis e Hepatites B e C – além de conhecer os serviços de orientação, prevenção e tratamento às DSTs. No período, foram realizados 108 testes.

Dos moradores que aderiram à campanha e fizeram os testes, 90% são de orientação heterossexual, sendo 58% de mulheres de 30 a 59 anos com vida sexualmente ativa. No caso dos homens, os participantes tinham entre 20 e 39 anos. 50% dos participantes realizaram o teste pela primeira vez.

De acordo com dados do Programa DST/AIDS, o objetivo da campanha foi ampliar em 100% a população testada para HIV pelo menos uma vez na vida e reduzir para 15% o diagnóstico tardio da doença.

Para a Gerente do departamento de Infectologia da Secretaria de Saúde e Higiene da cidade, Nanci Garrido Butin, o conhecimento de sua sorologia é fundamental para prevenir e reduzir riscos à saúde.  “Diante de um diagnóstico positivo, o portador terá acesso precoce à assistência adequada e oportuna. Mesmo em caso negativo, o paciente terá a possibilidade de adotar ou manter práticas de sexo seguro”, explicou Nanci.

Atualmente, os profissionais do Ambulatório acompanham os casos de 200 pacientes diagnosticados com HIV. Por meio da Secretaria de Saúde e Higiene da cidade, além dos serviços permanentes, a Prefeitura promove campanhas de conscientização durante todo o ano, para alertar sobre a importância da prevenção. “Desde 2004, quando foi implantado o CTA no município, 90% dos casos positivos de HIV registrados tiveram contaminação via sexual”, afirmou Nanci.

Serviço – O CTA fica localizado no Ambulatório de Infectologia, na Avenida Francisco Monteiro, 205 – Centro. De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, o espaço recebe moradores em busca de informações, orientação, testagem e tratamento. A população também pode esclarecer dúvidas e saber mais sobre prevenção às doenças ligando para o Disque DST/AIDS – 0800 – 7731 – 661.

Compartilhe