Ministério do Meio Ambiente reconhece ações ambientais em Ribeirão Pires

A Prefeitura de Ribeirão Pires teve três ações ambientais reconhecidas pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), por intermédio da Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano (SRHU), no prêmio Boas Práticas em Sustentabilidade Ambiental Urbana. O município foi contemplado com o Programa de Coleta Seletiva e Empreendimento Solidário (tema: Resíduos Sólidos Urbanos), Educação Ambiental (tema: Fortalecimento Institucional, Planejamento e Gestão Ambiental Urbana) e Áreas Verdes Urbanas (tema: Áreas Verdes Urbanas e Gestão de Áreas de Preservação Permanente – APP).

Programa Rua Viva incentiva o plantio de árvores em Ribeirão Pires

Foram considerados os seguintes critérios para o processo de seleção: atendimento às legislações urbanísticas e ambientais pertinentes; características do município; inovação; relevância para a problemática ambiental pertinente ao tema; sustentabilidade ecoambiental; relevância da experiência, considerando o número total de beneficiários e relação custo/benefício; e qualidade da apresentação. Esta edição do prêmio contou com 124 experiências inscritas, encaminhadas por 60 municípios de 15 estados brasileiros, das quais 98 foram habilitadas.

Dentro do Programa de Coleta Seletiva e Empreendimento Solidário, a Prefeitura enfatizou a atuação da Cooperpires – Cooperativa de Catadores de Material Reciclável de Ribeirão Pires; a elaboração do Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos; a construção de um novo galpão de triagem de material reciclável (projeto aprovado pelo Ministério das Cidades – PAC) que permitirá ampliar a meta de 1,54% de material reciclável (2011) para 10% nos próximos anos, entre outras ações.

Na temática de Educação Ambiental, Ribeirão Pires apresentou as seguintes ações: a criação da Lei Municipal de Educação Ambiental nº 5303/2009 que incentiva a conscientização Ambiental; o projeto Futurágua, desenvolvido em parceria com a Sabesp, com atuação nas escolas municipais de 1ª a 4ª serie do ensino fundamental; o Fórum Ambiental (com plantio de árvores nativas, palestras sobre recursos hídricos; prêmio desenvolvimento sustentável entregue para empresas e entidades que cuidam do meio ambiente) e a Caminhada das Águas.

Em relação ao tema Áreas Verdes Urbanas e Gestão de Áreas de Preservação Permanente – APP, Ribeirão Pires incentivou o plantio de árvores através do Programa Rua Viva; distribuiu cartilhas para orientar os munícipes quanto às espécies e condições técnicas adequadas para a arborização urbana; criou a Lei nº 5449/2010, que dispõe sobre o Plano de Arborização Urbana do Município; além de atividades que promovem o plantio de mudas, distribuição de sementes e lixeiras para carros.

Compartilhe