Koiti Takaki deixa o PSD

Ao mesmo tempo em que Gilberto Kassab promovia um ato de filiação ao PSD, um dos nomes mais importantes da legenda na cidade e se reunia com o prefeito Saulo Benevides, o secretário de governo Koiti Takaki, apresentou sua desfiliação do partido em carta endereçada ao presidente do diretório local da legenda, Junior Araújo Costa.

Secretário de Governo de Saulo Benevides está sem partido.

A bem da verdade, ele já estava afastado – e sequer se apresentava como integrante do partido – desde o período pré-eleitoral, quando a legenda, então alinhada a Saulo Benevides, resolveu se aliar ao PT da candidata Maria Inês, tendo o atual membro da executiva estadual da legenda, Gerson Constantino, como vice. “Eles sempre prometeram que se manteriam na base do Saulo e na última hora penderam para o PT, contra a minha vontade sendo que eu era o presidente do PSD local”, lembra.

Após alguns meses, com a decisão sacramentada, o sentimento era de alívio: “nada como um dia após o outro. O Saulo ganhou a eleição e hoje eu posso me desfiliar justamente no dia em que eles estão fazendo um ato de filiação local. Sou contra o que fizeram aqui. Isso não se faz. Com aquele imbróglio da Leo e Lair, poderíamos até mesmo ter indicado o vice na chapa do Saulo e poderíamos ter feito até mesmo dois vereadores ao invés de um”.

Para o futuro, Koiti deve escolher uma nova legenda com calma: “ficarei sem partido agora, não pretendo ser candidato no momento. Temos um acordo político que se cumpre. Vamos lançar um deputado federal e apoiar um deputado estadual nas próximas eleições. Com calma, buscarei uma nova legenda. Independente disso, a ideia é ficar ao lado do PMDB e estar ao lado do Saulo”.

Compartilhe