Ibope em baixa

Na última semana, Ribeiro Pires, meu velho desafeto mais sem sal do que comida de hipertenso, mais sem açúcar que café de diabético e mais mentiroso que discurso de político mostrou que deve estar com o “ibope em baixa”. Eu já até sei o roteiro: toda vez que isso acontece, ele “chama para a briga” o homem da bermuda branca por saber que eu respondo, ele replica, aparece no Mais Notícias e aumenta o “Ibope”, fazendo com que as pessoas lembrem que ele existe.

O “morador de rua”, desta feita, saiu em defesa dos “amarelinhos”, sugerindo que eu ataque os chefes ao invés deles. Ora, talvez o “senhor” em questão tenha exagerado na “branquinha” ou não tem lido os meus artigos até o fim, como leio os seus (ainda que com boa dose de sacrifício).

Aliás, para refrescar sua memória que anda meio fraquinha, ao fim de meu penúltimo artigo, citei nominalmente tanto o secretário Almeida quanto o prefeito Volpi. E mais, quando eu critico, faço questão de assinar embaixo, diferente do que vossa senhoria faz por medo, talvez. E vou além: dê graças à Deus pelo fato de sua carrocinha de papelão não ter placas. Experimente colocá-las e me conte depois o que acontece. Aliás, nem precisa contar, eu até sei…

Pingos nos is colocados, quero aproveitar o espírito natalino para lhe agradecer por ter me elevado à categoria de “dono de jornal”, já que até outro dia me chamava de “laranja”. Ah, sim, e vou pedir ao Amigo Secreto e ao Papai Noel para que me presenteiem com uma bermuda estampada, já que o senhor implica tanto com as brancas que são minhas prediletas.

Brincadeiras à parte, quero aproveitar minhas últimas linhas do ano para desejar um feliz Natal e felicidades a todos em 2012 – inclusive o Ribeiro Pires. Até o ano que vem!

Gazeta

Compartilhe