Grupo São Cristóvão passa a gerenciar Hospital São Lucas

Após novamente questionar a gestão da Secretaria de Saúde e sua falta de diálogo com o Legislativo, os vereadores aprovaram a celebração de convênio entre a Prefeitura de Ribeirão Pires e a Associação de Beneficência e Filantropia São Cristóvão. A partir de agora, a supervisão de equipe, os plantões médicos, enfermeiros, técnicos, nutricionistas e equipe administrativa do Hospital e Maternidade São Lucas passam a ser terceirizados pela entidade “sem custo” para o município.

Entidade passa a fornecer mão de obra a partir da próxima terça

Segundo justificativa do prefeito Kiko Teixeira (PSB), o objetivo do convênio “é o desenvolvimento de ações de promoção, recuperação da saúde da população”.

O presidente da Câmara, Rubens Fernandes, o Rubão (PSD), achou a parceira “estranha”. Segundo o social-democrata, “a secretaria de Saúde não respeita nem o Conselho Municipal de Saúde porque sequer apresentou esse projeto para aprovação do Conselho. Ainda existem dúvidas, por exemplo, como a cidade vai custear os insumos?”, questionou.

Amigão D’Orto (PTC), o único vereador a se abster a votação, levantou outro ponto importante: “A Prefeitura colocou a gente em uma situação difícil, porque esse projeto precisa de mais tempo para ser estudado e esclarecida todas as dúvidas, mas se a gente não vota hoje, terça-feira não terá a inauguração do São Lucas e a população fica sem o hospital”. A abstenção do voto foi justificada por conta da falta de maiores informações para entender o projeto, especialmente no ponto em que fala que se a Prefeitura atrasar o fornecimento de insumos em mais de 36 horas, a entidade pode se retirar do hospital, o que deixaria pacientes sem atendimento

Kiko precisava da aprovação do projeto para garantir a mão de obra gestora do São Lucas que, após conclusão de reforma, passa a operar com mais de 50 leitos, incluindo com semi-unidades de terapia intensiva.

Ao término da Sessão, o vereador Edmar Aerocar (PV) afirmou que convocará cada secretário municipal para esclarecimento e prestação de contas do primeiro semestre de trabalho.

Compartilhe