Esgoto a céu aberto causa transtorno no Jardim Alvorada

Uma passagem de servidão no Jardim Alvorada tem causado grandes dores de cabeça aos moradores da região. Localizada na esquina da rua Rio Grande da Serra, paralela à Miguel Prisco, ela antigamente abrigava um córrego que foi canalizado pela Prefeitura após anos causando transtornos aos moradores da região. Agora, contudo, o problema é outro.

Após canalização de córrego, esgoto incomoda

“Se antes o problema eram os alagamentos, agora temos que conviver com o esgoto, que está entrando em nossas casas”, conta a dona de casa Guiomar Bottacin. Segundo ela, após o término das obras de canalização que duraram 45 dias, o esgoto tem sido o problema principal. De lá para cá, apenas tentativas infrutíferas: “tenho estado na Prefeitura quase todos os dias para reclamar. Um engenheiro chamado Renato esteve aqui e prometeu uma solução, mas até agora nada. Virou um jogo de empurra com a Sabesp”, conta Guiomar.

De fato, chama a atenção o mau cheiro e o fato de o esgoto estar, inclusive “minando” do solo, deixando o quintal praticamente sem condições de uso. O mesmo se repete em casas vizinhas.

Prefeitura – Segundo a Prefeitura, a responsabilidade pela contenção do esgoto é da Sabesp: “De acordo com a Secretaria de Infraestrutura Urbana foi executado, em caráter emergencial, a construção da rede de águas pluviais e canalização do córrego no Jardim Alvorada. Agora, a Prefeitura aguarda a Sabesp concluir e executar o projeto de reestruturação da rede de esgotamento sanitário no local”. O jornal Mais Notícias estará acompanhando o caso.

Compartilhe