Em jogo polêmico Alvinegro avança as semifinais

Se a arbitragem não é das melhores no campeonato brasileiro, no futebol de Ribeirão Pires pode-se dizer o mesmo. O jogo entre Alvinegro e Maristela válido pelas quartas de final da competição foi marcado por polêmicas. A primeira delas foi quando o árbitro Edson Ribeiro encerrou o primeiro tempo de jogo faltando cinco minutos para o fim, quando percebeu o erro, pediu para que as equipes voltassem à campo. A segunda ocorreu depois de uma agressão entre os jogadores de ambas as equipes e nenhum atleta foi expulso naquele momento, o que acirrou os ânimos. No decorrer da partida as duas equipes tiveram um jogador expulso.

Equipe do Alvinegro (foto) bateu o Maristela por 4×1 nos pênaltis

Com a bola rolando o Maristela dominou as ações mas não conseguiu convertê-las em gols.  A decisão então foi para os pênaltis.  Melhor para o goleiro Bruno Santos, do Alvinegro, que estava numa manhã inspirada e defendeu três cobranças, ajudando a equipe a vencer por 4×1 e classificar para as semi-finais. “A arbitragem prejudicou bastante, estava sem critério, porém foi um jogo difícil e truncado, mas conseguimos vencer. Agora é trabalhar para que não ocorra mais erros na nossa equipe”, disse o arqueiro.

 

Compartilhe