Em busca da excelência, Monte Castelo investe em segurança alimentar

Uma das maiores preocupações das pessoas é a respeito da segurança alimentar que, além da higiene, também abrange todos os aspectos da qualidade dos alimentos consumidos e comercializados, desde o armazenamento das matérias primas até a exposição no ponto de vendas.

 

Cozinha do comércio é bem equipada

Preocupada com isso, a Pastelaria Monte Castelo, que fica no Centro de Ribeirão Pires, implantou, em parceria com a Betel Segurança Alimentar e Controle Integrado de Pragas, empresa que presta serviços na área para diversas empresas, desde restaurantes até supermercados, em um rígido controle de qualidade com vistas a oferecer alimentos seguros e de qualidade para todos os clientes da casa.

 

O programa, implantado há três meses por iniciativa do proprietário, Yoshihiro Yamashiro, consiste na adequação dos sistemas fabris da empresa, de forma a que todos os funcionários, cerca de 60, possam fazer a manipulação de alimentos com qualidade máxima. Para isso, a Dra. Roberta Krem, comparece duas vezes por semana à empresa tanto para treinar os funcionários, que recebem cursos para aprender os procedimentos corretos, quanto para orientá-los a respeito da maneira correta de exercer suas funções. Além disso, ela verifica todos os setores, como o armazenamento, por exemplo, para ver se está tudo de acordo com os padrões.

 

“A presença dela é fundamental para que os funcionários entendam a maneira correta de trabalhar. Havia procedimentos que nem sabíamos que estavam errados, mas agora mudamos. Além disso, as pessoas chegam aqui com culturas diferentes que tem que ser adequadas a um padrão. A doutora (Roberta Krem) é rigorosa e não deixa passar nada”, explicou Yamashiro, antes de ressaltar: “nossa meta é fazer um produto seguro, de qualidade e com higiene e a Betel é uma colaboração fundamental para isso”.

 

“Gostaria que não só a Monte Castelo, mas todos os restaurantes se preocupassem com os padrões de Vigilância Sanitária. É uma mostra de respeito pelo cliente e pelo próprio negócio”, completou a doutora Roberta Krem.

Compartilhe