Cuidados com o sol devem ser redobrados no verão

Por Izabel Ferré

Com a chegada do verão os cuidados com a desidratação devem ser redobrados, isso acontece porque nosso corpo perde mais água do que o normal por causa da transpiração nessa época do ano. A perda de líquidos corporais em excesso pode causar desequilíbrio comprometendo nosso

Em dias quentes, beba muita água

organismo severamente, em alguns caso pode levar a morte.

Causas – em adultos o que pode ocasionar a perda de água é a exposição ao calor, febre, muito exercício físico, diabetes, vômitos e ferimentos significativos na pele, como queimaduras. Para identificar os sintomas fique atento ao aumento da sede, língua, boca seca e inchada, fraqueza, tonturas, palpitações, desmaios, diminuição na produção de urina e incapacidade de suar. Crianças e idosos devem ter atenção maior, pois são mais suscetíveis à desidratação do que os adultos devido ao peso inferior do corpo e maior circulação de água.

Por isso é de extrema importância o consumo de água filtrada, sucos naturais, água de coco e chás, menos o de erva-mate, pois tem cafeína e é diurético, podendo intensificar a desidratação. Para não deixar de aproveitar o sol, procure os melhores horários antes das 10 h e após as 16h. Outra dica, nos dias mais quentes procure locais mais ventilados, abuse dos alimentos pré-cozidos e frutas e use de preferência roupas leves e de algodão.

Em casos de emergência como febre acima de 40ºc, aumento ou vômito constante por mais de um dia, dor na cabeça, dificuldade em respirar, dores no peito ou abdominal e nenhuma urina nas últimas 12h leve imediatamente a pessoa para o hospital mais próximo. Os exames que comprovam com exatidão desidratação são os de sangue e urina.

Sigas as indicações dadas de prevenção e aproveite com muito cuidado e cautela a melhor estação do ano, sempre antecipando a necessidade de ingestão de líquidos.

Compartilhe