Câmara entra em obras para melhor abrigar os vereadores

Salas ao fundo foram demolidas para abrigar mais cadeiras

Salas ao fundo foram demolidas para abrigar mais cadeiras

A Câmara Municipal de Ribeirão Pires terá cara nova em breve. No final de dezembro, teve início uma reforma para ampliar o plenário, que terá o número de assentos aumentado de 80 para 120 assentos.

Na última reforma, em 2012, foram construídas duas salas ao fundo do plenário que serviriam à imprensa e os serviços de transmissão das sessões. Entretanto, elas nunca foram usadas e, com o aumento da presença de público na Casa, a solução foi a demolição para abrigar cerca de 40 novos assentos que serão instalados nos próximos dias.

Além disso, os vereadores também terão o seu espaço ampliado. “Quando algum vereador vai até a tribuna para discursar, os que estão sentados precisam se levantar para dar espaço e isso gera um desconforto. Com esse novo espaço, a movimentação será melhor”, disse o Presidente. O plenário também terá outra novidade: a volta da saída pelo lado direito do semicírculo, hoje vedada por conta do aumento do número de cadeiras e que obriga os vereadores que porventura precisem ir até a plateia contornar toda a mesa.

A sala de reunião dos nobres, localizada nos fundos do salão principal também será reformada, já que o espaço hoje não comporta os cinco vereadores extras que a Câmara ganhou nesta legislatura: “Tanto o plenário quanto a sala de reunião foram projetados para atender a 11 vereadores. Neste mandato as cadeiras aumentaram e por isso é necessário fazer estas mudanças para o conforto de todos”, relatou Banha.

Além destas intervenções, uma nova recepção também esta sendo planejada, para abrigar melhor a população enquanto aguardam por atendimento. A licitação para a realização das reformas será feita ainda esse mês. “Estamos correndo contra o tempo, o nosso objetivo é fazer todas as reformas, queremos ao menos entregar o plenário até o começo de fevereiro, quando voltaremos a nossas atividades com as sessões todas as quartas-feiras”, explicou Banha. Vale ressaltar que, desde a última sessão, realizada em dezembro, os trabalhos estão sendo realizados na parte da tarde.

Compartilhe