Atividade física para gestantes

Quando a gravidez chega, merece uma comemoração! Junto com as festas e comemorações, aparecem também as preocupações: quarto do bebê, a renda da família, roupas, e não podemos esquecer da saúde da mamãe! É sobre isso que procurarei falar nesse artigo.

Os três primeiros meses são importantes para o bebê e a saúde da mamãe

Muitas mamães acham que deverão ficar em repouso durante toda a gestação e já outras, antes sedentárias, querem tornar-se atletas. Não devemos fazer nenhuma coisa e nem outra! Gravidez, como já foi várias vezes dito, NÃO É DOENÇA, porém, não é a melhor época para nos tornarmos atletas. Quem deverá fazer esse acompanhamento é o médico escolhido pela futura mamãe. Em linhas gerais (não pode ser levado como regra), os três primeiros meses são importantes para o bebê e a saúde da mamãe. Geralmente, os médicos liberam a gestante para a atividade física após esse trimestre. Muitos são os benefícios: melhora o tônus muscular, força, resistência, respiração, diminui as chances de uma depressão pós-parto, sociabilização (“trocar figurinhas” sempre é bom!)… Esses itens, no conjunto, podem melhorar e muito a qualidade de vida de uma gestante. Inchaço, dores na coluna, prisão de ventre, fadiga excessiva, desconforto ao dormir são alguns dos percalços que a gestante pode encontrar pelo caminho. A atenção deverá ser redobrada em mulheres que já apresentaram ameaça de aborto espontâneo, bebê prematuro no passado, placenta baixa, sangramento forte, pressão arterial muito alta (ou muito baixa), gestação com mais de um bebê, entre outros.

As atividades mais indicadas são:

CAMINHADA LEVE: atente ao vestuário e calçado. As roupas deverão ser leves e confortáveis. O calçado com amortecimento é o melhor indicado. A garrafinha com água é essencial! Escolha o momento em que a temperatura estiver mais agradável. Caminhar sob o sol forte pode causar desconfortos! Boné e protetor solar devem fazer parte do Kit Caminhada.

ALONGAMENTO, YOGA, PILATES, EXECÍCIOS COM BOLA: questione sempre o professor. Mesmo fazendo aula com outras pessoas que não gestantes, as correções, instruções, e adaptações deverão estar de acordo com sua particularidade. Essas são aulas que poderão ajudar e muito a mamãe que gosta de atividades em solo. Sem contar o fator redutor dos desconfortos normais de qualquer gestação.

HIDROGINÁSTICA E NATAÇÃO: se você nunca nadou, aconselho a hidroginástica. Caso já saiba nadar, escolha o que mais lhe agrada. Nessas aulas, também não há problemas em fazer junto com não gestantes, mas as adaptações dos exercícios deverão ser feitas quando se fizer necessário e exigirá um acompanhamento mais rigoroso como a aferição da frequência cardíaca, observando seu limite máximo, intensidade e ritmo dos exercícios. Além do alongamento ao final da aula, um relaxamento sempre cai bem! A água, por si só, já é um ambiente agradável e relaxante. Tirar o máximo proveito dessas propriedades faz parte do “aproveitar a vida”. Tire todas as suas dúvidas com o professor, sinta segurança no profissional escolhido para acompanhá-la.

Para finalizar, gostaria de deixar algumas sugestões: a) Depois de liberada pelo médico, faça atividade física na medida certa.; b) Opte sempre por aquela que lhe dê maior prazer! Nunca faça por obrigação; c) Procure sempre um local em que se sinta bem acolhida e amparada. Confie na sua intuição; d) Nunca tenha um modelo! As pessoas são diferentes! Evite comparações!

A futura mamãe deverá estar esclarecida quanto ao fato de não estar bem fisicamente, pode dificultar sua “doação” ao bebê e às exigências que a maternidade nos traz. Cuide-se para aproveitar esse momento tão único. Quero parabenizar todas as mamães que tanto esperaram por esse momento e conseguiram alcançá-lo! Para aquelas que ainda estão na expectativa, é só questão de tempo!

Sandra Regina Bento Moreira

Coordenadora Academia Nova Aguazul

CREF. 00718 G/SP

Compartilhe