Atividade física na gestação

Atualmente, o culto ao corpo predomina em todas as classes sociais, mesmo durante a gestação. Não deixa de ser importante, desde que a prioridade seja a saúde da mamãe e do bebê. Como defensora da atividade física segura e prazerosa, deixo aqui algumas dicas:

A prática de hidroginástica durante a gestação aumenta a quantidade de líquido amniótico, responsável, entre outros, pela maior proteção do feto contra infecções

– Inicie qualquer iniciativa em busca da atividade física pelo médico que a acompanha. Entenda o que acontece com seu corpo antes, durante e após a gestação. Nunca saia com dúvidas!

– Jamais decida tornar-se atleta (quando nunca tinha acontecido antes) somente porque ficou grávida. Caso nunca tenha sido adepta à atividade física, vá com calma! Procure um local em que lhe inspire confiança frequentando apenas duas vezes por semana para que haja uma fase de adaptação segura.

– Peça sempre ao profissional de educação física que a acompanhará um monitoramento intenso de frequência cardíaca, postura e movimentos, mesmo em atividades aquáticas.

– Os fatores de risco da atividade física durante a gestação (exceto por determinação médica), geralmente ocorrem não pelo fato de estarem grávidas, mas sim pelo fato de iniciarem uma atividade física sem estarem aptas e acostumadas a prática regular do exercício.

– Numa gestação considerada normal, o exercício é benéfico para a mãe, para o desenvolvimento fetal e para o suprimento de leite na amamentação.

– Alguns médicos citam a ocorrência bem menor de complicações pós-parto nas mulheres que seguiram um programa regular de exercício durante a gestação.

– O trabalho de parto fica muito facilitado nas mulheres que sempre fizeram algum tipo de esporte ou exercício, principalmente na musculatura abdominal.

– Segundo o professor Jose Guilherme Cecati, a hidroginástica durante a gestação, aumenta a quantidade de líquido amniótico. Esse é responsável pela maior proteção do feto contra infecções, traumatismo sofridos pela mãe, auxílio no controle da temperatura corporal do feto e maior permissividade da movimentação livre do feto, contribuindo para o seu desenvolvimento muscular.

– Portanto, alongamento, caminhadas leves, atividade com a bola suíça, hidroginástica, natação, são algumas das atividades que seu médico poderá recomendar. Opte sempre por aquela que lhe oferecerá maior prazer, pois a possibilidade de uma atividade duradoura dependerá dessa escolha.

Sandra Regina Bento Moreira

Coordenadora Academia Nova Aguazul e Simpool

CREF. 007185-G SP

Compartilhe