Associação Pró-Memória completa dois anos

No último dia 14 a Associação Pró-Memória de Ribeirão Pires completou dois anos de existência. Um bolo decorado com o nome da instituição, junto a salgadinhos e refrescos davam o ar da festa que marcava o aniversário de um dos grupos mais importantes da cidade. Com presença dos membros da diretoria da Associação, a festa reuniu também amigos e incentivadores do projeto que visa registrar a história de Ribeirão Pires.

A Festa é um marco na organização. “Estamos comemorando a chegada até aqui, sempre lutando e sempre procurando ir adiante”, conta Lina Del Corto que tem seu raciocínio completado pelo marido: “É uma data muito importante porque a história de Ribeirão Pires é muito bonita e precisa ser registrada, falo isso com propriedade de quem viveu e vive ha 91 anos aqui” diz Américo Del Corto, que também é presidente da associação.

Muitas histórias foram recordadas, novos rumos e projetos foram discutidos. Entre eles, o já iniciado registro de depoimentos em DVDs. O que existe de mais rico na história e não está documentado (mas é vivo na memória dos moradores mais antigos da cidade) está sendo gravado para assim ficar eterno.

Membros da diretoria do “Pró-Memória” se reúnem para apagar as velinhas

Outra idéia em andamento é fazer uma exposição com as fotos históricas que já estão identificadas pela Associação. Para isso, estão em busca de um projetor que possa rodar as imagens.

Américo explica algumas das lutas do grupo. “Estamos nos organizando para que coloquem placas que identifiquem os responsáveis por alguns lugares públicos e que as ruas tenham nomes de pessoas que realmente tiveram importância histórica na cidade”, afirma.

O membro mais jovem da associação é Jonas Moreira, historiador que tem apenas 22 anos. O rapaz também pretende ajudar com novos projetos para o espaço. “Estou conhecendo os integrantes, para em um segundo momento colocar no papel e criar um plano de ação. É uma conquista de confiança que demanda tempo”, explica o jovem.

Sobre a importância da festa e da associação, o novo integrante não mede palavras. “Este espaço tem um valor incalculável. História é identidade, sem ela uma cidade, civilização e grupo não tem identidade, pois não reconhece suas raízes”, argumenta.

As pessoas podem ajudar o “Pró-Memória” a crescer, com ajuda financeira e com novas memórias. Também podem visitar e conhecer o quão valioso é o acervo da associação. Para isso basta ligar no (11) 2863 5363 e marcar uma visita.

Compartilhe