Articulações pretendem atrair partido de Marina Silva para Ribeirão Pires

Nova legenda pode iniciar em Ribeirão Pires com três parlamentares

O SEMEAR (Sustentabilidade, Educação, Meio Ambiente, Ética e Renovação), partido criado pela ex-senadora Maria Silva, cujo lançamento oficial está previsto para este sábado na UNB (Universidade de Brasília), está criando base em Ribeirão Pires. Durante o feriado prolongado de carnaval, articuladores ligados ao prefeito Saulo Benevides (PMDB) mantiveram diálogo com a organização do partido. A intenção é trazer a sigla à cidade ligando-a à base de sustentação governista.

Fontes ouvidas pelo Mais Notícias informaram que o alvo do partido serão os vereadores Mercedes D’Orto (PV), Gê do Aliança (PV) e Hércules Giarola (PR). Com a vinda do SEMEAR, os três teriam trânsito livre para migrar à base aliada. Hércules negou que existisse qualquer conversa afinada nesse sentido. Apensar de não ser contrário à ideia, disse que se sente confortável no PR uma vez que possui boas perspectivas de crescimento político. “Claro que se o novo partido garantir maior liberdade e oportunidade de ação pode-se existir uma conversa”, considerou o republicano.

Para Mercedes a vinda do SEMEAR seria uma saída para sua situação. Após ser indicada como líder de governo, a guia da ‘Onda Rosa’ encontrou resistência em seu partido, que havia sinalizado atuar como oposição. Gê, por sua vez, deve aguardar uma manifestação dos caciques do PV.

O braço direito do prefeito, o secretário de Governo, Koiti Takaki é quem estaria articulando a vinda da nova sigla. Nossa reportagem tentou contato com Koiti, porém até o fechamento desta edição ele não foi localizado. Porém, circula-se pelos bastidores políticos que Koiti estaria conversando com uma parente de Marina Silva, ligada à um vereador de Ribeirão Pires. Para trazer o SEMEAR à Ribeirão, Koiti teria oferecido a criação de uma bancada forte na Câmara, dado à nova nomenclatura mais força logo em seu lançamento. A contrapartida seria garantir a alguns vereadores eleitos, insatisfeitos com seus respectivos partidos, uma chance de se livrar de uma possível cassação de mandato.

Semana que vem deverá acontecer um novo encontro entre representantes da nova legenda e personalidades políticas de Ribeirão. Embora as negociações ainda estejam cruas, um fechamento de acordo deve acontecer em breve.

Compartilhe