Após veto, vereadores sugerem novo aumento salarial para prefeitos e secretários

Em 2013, o novo prefeito eleito de Ribeirão Pires terá o salário de R$ 20.042,34. Pelo menos esse foi o valor aprovado nesta semana pelos vereadores. No mês passado, seguindo a legislação vigente, a Câmara propôs um aumento salarial ao Chefe do Executivo de 133%, totalizando mais de R$ 26 mil. Esse valor foi vetado pelo prefeito Clóvis Volpi (PV), com a justificativa de que o aumento salarial causaria sério impacto no orçamento municipal. A nova proposta sugere aumento de 100% nos vencimentos do Executivo, incluindo os salários de vice-prefeito e secretários.

Em sessão de apenas 10 minutos, vereadores avaliaram, discutiram e aprovaram o projeto

O subsídio do vice-prefeito é fixado em 50% do que couber mensalmente ao prefeito, neste caso, será de R$ 10.021,17. O salário dos secretários municipais será o mesmo valor. As despesas com a execução desta lei, correrão à conta das dotações orçamentárias específicas, consignadas na Lei Orçamentária Anual.

O projeto foi aprovado pro unanimidade. O presidente da Casa de Leis, Gerson Constantino (PSD), explicou que em Ribeirão Pires, ao contrário de outras cidades, o salário dos integrantes do Executivo só são atualizados a cada quatro anos. “Estamos cumprindo o que está escrito na lei. Não estamos fazendo o repasse inflacional anual, como acontece em outros lugares”, destacou.

Após a aprovação, o projeto foi enviado à Prefeitura e aguarda sanção do prefeito, que ainda tem autonomia para vetar esse novo aumento.

Compartilhe