Vereadores aprovam repasse de mais de R$ 3 milhões

Os vereadores tiveram pouco trabalho para discutirem os projetos de lei que seriam votados nessa semana. Na Ordem do Dia, apenas projetos de segunda discussão que já haviam sido aprovados por maioria absoluta em outras sessões. O único projeto em primeira discussão foi retirado da pauta a pedido do vereador Edson Savietto, o Banha (PDT).

Atendendo a um novo comportamento dos nobres pares, o vereador Antônio Muraki (PTB), líder do governo na Câmara, solicitou que três projetos enviados a caráter de urgência, por parte do Executivo, não entrassem na votação, dando mais tempo aos demais vereadores para que avaliassem o teor das propostas.

O único projeto emergente que entrou na votação foi o que repassa verbas adicionais para atender a despesas das Secretarias de Infraestrutura Urbana, de Educação e Inclusão, de Promoção Social, de Ações Comunitárias e de Saúde e Higiene.

Segundo a proposta, a realocação orçamentária possibilitará com que a Infraestrutura Urbana promova a recuperação de área do Morro São José e Santo Antônio, além de prover o abastecimento de água em local que não é atendido pela rede da SABESP.

A Secretaria de Promoção Social e Ações Comunitárias precisa contratar três profissionais para exercer a função de auxiliar de monitor de curso, em razão do aumento dos atendimentos de cursos no Centro de Formação Profissionalizante Professor Paulo Freire. Já a Saúde utilizará a verba para atender a despesa com castração de cães e gatos, desapropriação de um terreno na IV Divisão, contratação de perícia médica e médico auditor, aquisição de medicamentos, fornecimento de ração e medicamento veterinário e fornecimento de oxigênio. 

Os recursos destinados para a Secretaria de Educação e Inclusão visam atender despesas com material de consumo e serviços de terceiros.

Ao todo, R$ 3.015.783,00 foram realocados.

Compartilhe