Vereadores adiam decisão sobre caixas eletrônicos na Vila do Doce

Na Sessão da Câmara de ontem, além de projetos e requerimentos que abordaram temas como falta de iluminação, demora nos trabalhos da SABESP, melhores condições para os munícipes que dependem do transporte público, saúde e educação, dois em especial centralizaram as discussões.

Eles foram o abandono de uma propriedade localizada no Rancho Alegre e a instalação de Caixas Eletrônicos na Vila do Doce. Em relação ao primeiro assunto, a vereadora Cleo Meira (PTN) justificou o requerimento pelo perigo que o terreno está representando aos moradores. “Peço aos colegas vereadores o apoio para que o local seja reformado e quem sabe sendo transformado em creche”. Solícitos, os edis parabenizaram a vereadora e se comprometeram em ajudar na questão.

Em relação ao Caixa Eletrônico, o vereador José Nelson solicitou o adiamento para que o assunto seja analisado com calma e cautela. “Ter um caixa eletrônico na Vila do Doce, não é seguro. Temos que pensar se a ideia é viável”, reforçou vereador. A vereadora Mercedes D’Orto (PV) concordou com o colega, “vale a pena esperar, e discutir o que será melhor, pois o centro da cidade na realidade já possui bancos próximos onde o munícipe pode realizar os saques”. O assunto voltará a Ordem do Dia daqui a três sessões.

Compartilhe