Venda de área pode encerrar trabalhos do Pronovi

O Projeto Nova Vida (Pronovi), uma das instituições mais tradicionais no trato a dependentes químicos vive um dilema, já que pode perder sua sede, na Quarta Divisão.

Entidade já cuidou de mais de 2000 pessoas em 22 anos

Segundo a presidente Eunice Tozzo Martins, o terreno onde a instituição está localizada, na Estrada do Sondália, e cedido à instituição, está a venda e, por isso, as atividades correm risco. “A proprietária gentilmente nos permitiu ficar por ali por 22 anos e somos muito agradecidos. Entretanto, ela precisa vender o terreno”, explicou.

A Dra. Leila Rubia Ferreira da Conceição, advogada da proprietária, conta que havia um acordo de comodato que já venceu há cinco anos e, somente agora houve a necessidade de vender a área que tem 565 mil m² e vai da 4ª Divisão a Ouro Fino e é cortada pela Estrada da Sondália. O Pronovi ocupa cerca de 30 mil m².

 De orientação evangélica, a instituição já atendeu a cerca de 2 mil pessoas. “Salvar vidas é um investimento único. E salvamos famílias, já que quando há dependentes em casa, todos ficam doentes”, explica a presidente. “Gostaríamos que isso continuasse”, completa a advogada. A entidade procura por alguma pessoa ou instituição que queira comprar a área e que possa ajudar a manter o trabalho e a estrutura instalada do Pronovi. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 99989-3569.

Compartilhe