Vazamento de esgoto revolta população

Na última quinta-feira, dia 24, um grande inconveniente atrapalhou a vida de pedestres e motoristas que transitavam pelo perímetro do supermercado Extra, localizado na Rua João Domingues de Oliveira, no Centro de Ribeirão Pires. Um vazamento de esgoto, que saía de uma tubulação de dentro do estacionamento do supermercado, indo parar direto na galeria de águas pluviais, fez com que várias pessoas reclamassem do forte odor, sendo quase impossível a permanência no local por mais do que alguns momentos.

O esgoto caindo direto na rede pluvial é um típico caso de crime ambiental

Segundo vizinhos, e testemunhas que freqüentam o estabelecimento, os vazamentos de esgoto são constante e o supermercado nunca tomou providências para resolver tal problema.

Durante todo o período em que o incidente acontecia, um fiscal da SEPHAMA (Secretaria de Planejamento Urbano, Habitação, Meio Ambiente e Saneamento básico) e uma agente da Vigilância Sanitária compareceram no local.

Segundo a SEPHAMA, assim que a Secretaria ficou sabendo do ocorrido, foi até o local para constatar o vazamento de esgoto. Detectado o problema, solicitou com que uma equipe técnica da Sabesp fizesse uma vistoria na rede. “Achávamos que o problema era um subdimensionamento na rede, ou seja, que a rede de coleta do supermercado era inferior à demanda de esgoto produzida”, informou a SEPHAMA. No entanto, a equipe técnica constatou outra situação. Segundo a Sabesp, o único problema que ocasiona os constantes vazamentos é que o local possui duas caixas coletoras de gordura que não passam por manutenção periódica.

“Uma equipe da Sabesp irá contatar a os responsáveis pela unidade do Extra para orientar e explicar a necessidade do procedimento de limpeza dessas caixas. Caso aconteça um novo transbordamento, o estabelecimento será autuado”, finalizou a Secretaria.

Nossa equipe entrou em contato com a Rede Extra de Supermercados, ligada ao Grupo Pão de Açúcar que informou não ter ciência do ocorrido e que só poderá se manifestar após contato formal da Sabesp.

Munícipe se incomodou enquanto aguardava o ônibus na saída do supermercado

Compartilhe