Vanessa nega futura interferência na gestão de Ribeirão Pires

Ante a algumas afirmações que com a derrota de Vanessa Damo (PMDB) ao Paço de Mauá, indicados seus ocupariam cargos comissionado em Ribeirão Pires, a deputada rechaçou comentários e negou qualquer interesse em indicar nomes para a Administração de Saulo Benevides. Segundo ela, o novo prefeito eleito deverá escolher seus secretários utilizando critérios específicos voltados às necessidades locais.

Damo não pretender indicar nomes a Saulo

“Nunca tratei do assunto com o prefeito eleito, Saulo Benevides, meu colega de PMDB. Até porque ele, melhor do que ninguém, saberá formar o Secretariado mais competente, para que Ribeirão Pires saia da situação lamentável provocada pelas últimas administrações”, apontou a parlamentar.

De volta à rotina na Assembleia Legislativa de São Paulo, a deputada retomou a liderança da bancada do PMDB, de onde estava licenciada desde 28 de agosto, para dedicar-se à disputa pelo Executivo de Mauá. Na ocasião, a Vanessa indicou o deputado Jorge Caruso (PMDB) para assumir a tarefa, ocupada por ela desde abril deste ano.

Vanessa Damo e Saulo Benevides, além de companheiros de partido, são amigos há muito tempo. A proximidade extra-partidária de ambos levantou suspeitas por parte de adversários de que o novo prefeito de Ribeirão Pires abriria espaço para que Vanessa Damo fizesse suas indicações, uma vez que a mesma não emplacou a Prefeitura de Mauá.

Compartilhe