Vacina contra gripe, funciona e salva vidas

Para aqueles que não acreditam que a vacina da gripe funciona, estudos revelam que a vacinação pode reduzir em até 45% o número de hospitalizações por pneumonias e em até 75% a mortalidade global. Entre os residentes em lares de idosos, a dose pode diminuir em 60% o risco de pneumonia e em até 68% o risco global de hospitalização. Dados foram divulgados pela Secretária Municipal de Saúde do Rio de

Vacina contra gripe, ajuda na prevenção e redução do impacto de epidemias.

Janeiro.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o principal objetivo é a prevenção e redução do impacto de epidemias. É importante informar e esclarecer, que a vacina não causa gripe. Mas, é provável que sintomas leves como, por exemplo, vermelhidão e endurecimento no local da aplicação, que podem ocorrer nas primeiras 72 horas após a vacinação.

Neste ano a campanha prioriza os idosos, gestantes, crianças entre seis e dois anos, índios, pessoas com doenças crônicas e profissionais da saúde. São 43 milhões de doses da vacina, que foram distribuídas. A proteção contra três subtipos do vírus, influenza: A (H1N1) – conhecido popularmente como gripe suína –, A (H3N2) e B. Estes são os subtipos que mais circularam no inverno passado, segundo o ministério da Saúde.

Pensando nas dúvidas comuns, o jornal Mais Notícias procurou e elaborou algumas perguntas e respostas:

Posso me vacinar quando estou gripado(a)?

É recomendado que espere a melhora do quadro clínico para que nenhum sintoma da doença seja confundido com evento adverso das vacinas.

Quem pode tomar a vacina?

As vacinas influenza são recomendadas para ajudar na proteção contra a gripe. As vacinas podem ser administradas em crianças e adultos saudáveis, dependendo do produto e apresentação, e são importantes para imunização de pacientes que correm risco elevado de complicações associadas ao vírus da gripe, como portadores de doenças crônicas (diabetes, asma, insuficiência cardíaca e outras).

Toda gestante deve tomar a vacina?

Informe ao seu médico se você estiver grávida ou acredita que possa estar grávida. Seu médico é a pessoa indicada para decidir se você deve receber a vacina influenza.

Quando começa o efeito da vacina?

Cerca de duas semanas após a vacinação, os anticorpos que fornecem proteção contra infecção por vírus influenza se desenvolvem no organismo.

Quanto tempo dura o efeito?

As vacinas influenza protegem por um ano. O vírus da gripe é capaz de mudar suas características com muita frequência, por isso, a cada ano, é necessária a vacinação, pois a composição da vacina varia de acordo com os tipos de vírus influenza que estão circulando de forma predominante em ambos os hemisférios Norte e Sul.

A vacina da gripe é idêntica à do ano passado. Sendo assim, é necessária a revacinação?

Sim a revacinação é necessária, pois os níveis de anticorpos caem após a vacinação com o decorrer do tempo e a revacinação aumenta estes títulos, protegendo contra a gripe.
Além disso, muitas pessoas foram recentemente vacinadas apenas com a vacina H1N1 e não estão protegidas contra as duas outras cepas virais, H3N2 e B.

Para as pessoas que ainda não se vacinaram, procure o posto de saúde mais próximo a sua residência. A campanha foi prorrogada até 10 de maio, não perca mais tempo é se previna contra a gripe.

 

Compartilhe