Uso do celular aumenta em até 400% o risco de acidentes no trânsito

Ver alguém dirigindo e falando ao celular ao mesmo tempo não é cena rara de se ver. Mas a ação é tão perigosa quanto conduzir um veículo alcoolizado. Isso porque falar ao telefone ou mandar SMS distrai o motorista e pode aumentar em 400% o risco de acidentes.

Dirigir e falar ao celular e tão perigoso quanto conduzir um veículo alcoolizado

No Brasil, um infrator que conversa ao celular (mesmo pelo fone ou viva-voz) pode ser multado em R$ 85,13 e somar 4 pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Não há dados nacionais sobre o uso do celular ao volante. Atualmente, o país contabiliza 212,6 milhões de pessoas com acesso à telefonia móvel e uma frota de 69 milhões de veículos de todos os tipos.

Dados de pesquisas do Departamento de Trânsito dos EUA apontam que 77% dos motoristas admitiram já ter utilizado o celular ao volante. Ainda não há estudos que demonstrem o número de acidentes causados por isso, provavelmente em razão da dificuldade em comprovar o uso.

O governo americano estima que 5.870 pessoas morreram e 500 mil foram feridas em acidentes que, segundo relatos, envolveram distrações. Pesquisas nos EUA sobre acidentes associados a distrações indicaram que 12% estavam conversando com passageiros ou usando o celular.

Os motoristas mais jovens foram os que mais se envolveram em acidentes. De acordo com estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS), 1,3 milhão de pessoas morrem por ano em acidentes de trânsito.

Aplicativo – Recentemente, o Ministério das Cidades lançou um aplicativo na plataforma Android que bloqueia as chamadas para o celular quando alguém está dirigindo – qualquer um pode baixá-lo na página do Denatran.

Ao baixar o aplicativo na loja virtual, o motorista não poderá atender ao celular enquanto estiver dirigindo, pois o aparelho não vai tocar. As pessoas que ligarem ou enviarem mensagens de texto perceberão que a ligação será cancelada e, na sequência, receberão uma mensagem informando que o destinatário está ao volante. O motorista poderá, ao final da viagem, checar as ligações recebidas.

Para utilizar o aplicativo Mãos no Volante, você precisa ter um aparelho com o sistema operacional Android.

Compartilhe