Thayná Cardille: a beleza e o charme que marcarão o Festival do Chocolate 2012

Thayná Nunes Cardille, 17 anos, esteve a um passo de representar o evento mais tradicional de Ribeirão Pires – o Festival do Chocolate –, em 2011. Quis o destino que a jovem esperasse um pouco mais e ela ficou em segundo lugar na competição. Mas a espera era questão de um ano.

Em 2011, Thayná ficou próxima ao título, conquistando a segunda colocação

No dia 31 de março de 2012, o tão desejado título de Princesa da 8ª edição da festa (que terá início no dia 06 de julho) foi conquistado por Thayná, disputado com outras treze candidatas nos quesitos beleza, fotogenia e desenvoltura. “Nunca imaginei que pudesse ganhar este ano, para mim, foi uma surpresa, pois a gente sabe que todas as candidatas têm potencial”, fala.

Além da coroa e da faixa, a adolescente ganhou mil reais em roupas nas lojas credenciadas pela ACIARP (Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Ribeirão Pires), quinhentos reais em roupas da loja Espaço da Moda, um book profissional com 20 fotos da Photoworks, um tratamento corporal na Emagrecentro e curso de inglês por um ano na Wizard.

Nascida em Santo André, mas moradora de Ribeirão Pires desde sempre, Thayná tem porte de modelo: 1,77m de altura, 57 kg e manequim 40. No entanto, nunca atuou na área da moda. Mesmo assim, tendo todas as características exigidas para concorrer a concursos de beleza, participou do Miss Ribeirão Pires, em 2010 e, assim como no concurso que elegeu a Princesa do Chocolate no ano passado, ficou com a segunda colocação. “Este ano, pensei comigo: posso ficar em terceiro, mas em segundo lugar de novo, não”, exclamou.

Embora estivesse com esse pensamento e cheia de determinação, no decorrer do concurso  deste ano ela sentiu, erroneamente, que aquela não seria sua vez novamente. “A gente ensaia tanto o desfile, as coreografias, as falas, mas na hora de falar gaguejei e pensei que naquele momento tinha perdido mais uma oportunidade. Vencer o concurso foi um alívio, um sonho, uma surpresa”, relembra.

Vida atribulada

O dia a dia de Thayná é agitado. Pela manhã, ela cursa o 3º ano do Ensino Médio no Colégio Objetivo e à noite faz cursinho pré-vestibular “Quero fazer Engenharia Civil. Vejo os projetos da minha tia, que é engenheira, e me apaixonei pela profissão”, conta. Às sextas-feiras, ela estuda inglês (há quatro anos) e, devido à correria, deu um tempo com as aulas de francês, que fez durante um ano. “Mas quero retomar as aulas”, ressalta.

Com o título de Princesa do Chocolate, a rotina de Thayná ficará ainda mais atribulada. A jovem representará a Estância Turística em eventos, feiras e exposições de turismo, e durante todo o Festival do Chocolate recepcionará, no Reino dos Doces, o público vindo da região e de outras localidades do Estado. Disposição para encarar a maratona de compromissos e realizá-la com êxito, não faltará. “Quero aprender muito e aproveitar cada momento. Acredito que ser Princesa não é apenas carregar um título, mas respeitar as pessoas. Vou recepcioná-las e ser muito simpática. Para mim, o título de Princesa do Chocolate foi um objetivo que alcancei na minha vida”, conclui.

Compartilhe