Tenda Gastronômica do Festival oferece diferentes iguarias para visitantes

O Festival do Chocolate de Ribeirão Pires deste ano trouxe uma novidade: A Tenda Gastronômica. Uma ação que agradou tanto os turistas quanto os comerciantes, que aprovaram a distribuição dos quiosques pelo espaço e a grande praça de alimentação. A nova disposição permitiu o convívio e a permanência das pessoas no ambiente, até mesmo após o show principal. O palco 2 no local também foi outra medida acertada: a música tocada pelos artistas locais e a iluminação especial deixou o clima da festa familiar.

Waffle Belga é uma das iguarias mais requisitadas pelos turistas

Em se tratando de comida, os turistas não passaram apuros: além do tradicional e indispensável espetinho de morango com chocolate e o chocolate quente, outras iguarias caíram no gosto dos turistas. O Waffle Belga, é um exemplo: é feito de uma massa parecida com o pão doce provindo da Bélgica, que pode ser servido com sorvete, morango, banana, chocolate e Nutella, ficando com uma apresentação que chama a atenção. “Nossa receita é originária da Bélgica mesmo, o que deixa mais gostoso”, comenta Patrick de Jesus, um dos proprietários do quiosque.

Outra iguaria que tem formado filas é o Fondue na Casquinha. O sorvete de chocolate com morango ou banana e vêm com cobertura de chocolate derretido. No mesmo quiosque há também uma outra novidade: O Fonfue no barco, esse vêm com várias opções de frutas com chocolate derretido e o Temaki de brigadeiro, com suspiro morango e chocolate.  Para quem gosta de comida japonesa, há a opção do Nipon Yakissoba, que oferece diferentes opções da culinária oriental. Também há as barracas que vendem cocada, pipocas, pernil no pão, batata frita com chocolate, pororoca gourmet (pipoca saborizada com Leite Ninho ou Ovomaltine), entre outros petiscos.

Mas a área gastronômica não se limita aos alimentos, o quiosque do Fundo Social de Solidariedade oferece lembrancinhas da cidade de Ribeirão Pires para os visitantes, além de artesanatos e brinquedos de pelúcia. Quem deseja registar o Festival do Chocolate como se estivesse nos anos 30, pode ir na barraca de “Fotos da época”, do Eduardo Scheck, que oferece um cenário e roupas típicas para que o visitante registre o momento. O preço também é convidativo: R$ 5 por pessoa.

E quem desejar marcar o momento com uma caricatura, pode passar na barraca de Caricaturas, que o Fernando Corrêa será o responsável por te deixar com traços mais animados.  O espaço da “Tenda Gastronômica” ainda contém jogos e brincadeiras para a criançada como pula-pula, “chute no gol” e tiro ao alvo.

Compartilhe