Conscientização: a melhor arma contra o vírus da AIDS

Estamos na semana mundial de combate a Aids, doença que, apesar de existir há décadas, ainda conta com muita desinformação por parte das pessoas. Em Ribeirão Pires, cerca de 15 novos casos foram registrados este ano, dentre os matriculados no Serviço de Atenção Especializada, excluindo-se os acompanhados no serviço privado e os que estão em outros municípios. Cerca de 90% dos infectados são homens homossexuais e jovens.

São José de Inox recebe laço vermelho

A assistência aos portadores do vírus HIV na Pérola da Serra é realizada pela Prefeitura no Serviço de Atenção Especializada (SAE) por uma equipe composta de médico, psicólogo, enfermeiras e Assistente Social. Os serviços são oferecidos gratuitamente, quando diagnosticado na rede de saúde do município, seja publica ou privada, ou no próprio CTA, o paciente é encaminhado ao SAE para orientação e inserção no serviço.

Para a gerente do departamento de Infectologia da Secretaria de Saúde e Higiene da cidade, Nanci Garrido Butin, o conhecimento da sorologia é fundamental para prevenir e reduzir riscos à saúde. “Diante de um diagnóstico positivo, o portador terá acesso precoce a assistência adequada e oportuna. Mesmo em caso negativo, o paciente terá possibilidade de adotar ou manter práticas de sexo seguro”.

Vale lembrar que a doença não tem cura e o tratamento é feito por meio de uma série de medicamentos antirretrovirais que a mantém sob controle. Por isso, o melhor tratamento é a prevenção.

Laço Vermelho.

A semana mundial da Aids está sendo lembrado na nossa cidade, pontos como: Mirante São José, o São José de Inox , e a escultura localizada na Avenida Kaethe Richers, próximo à Ponte Seca, receberam na última semana receberam o símbolo da campanha. A “Campanha do Laço Vermelho”, tem como objetivo sensibilizar os moradores sobre a importância da prevenção à AIDS e outras doenças sexualmente transmissíveis.

Compartilhe