Segurança foi destaque durante o Festival

Um dos grandes destaques do Festival do Chocolate deste ano foi a segurança que, durante os nove dias de festa, não registrou nenhuma ocorrência relevante.  A Guarda Civil Municipal e a Polícia Militar desempenharam um papel fundamental para que o ambiente local fosse propício para a participação das famílias no evento.

GCM e Polícia Militar garantiram a segurança aos visitantes durante todo o evento

Segundo um dos principais organizadores, o secretário da SEJEL (Secretaria de Juventude, Esporte, Lazer, Cultura e Turismo), Luiz Gustavo Volpi, o Guto, o ambiente familiar foi, mais uma vez, um dos pontos altos do Festival do Chocolate.   “Tivemos como uma de nossas prioridades, a segurança das pessoas. Em parceria com a Polícia Militar e a Guarda Civil Metropolitana,  garantimos o  elevado índice de segurança, sem registros de ocorrências”, completa  Guto.

Nesta, assim como nas edições anteriores, não foi permitida a comercialização de bebidas alcoólicas, o que facilitou a manutenção da segurança local.

Alguns fatos isolados foram registrados. Durante o show da banda Restart, cerca de 30 pessoas, entre crianças e adolescentes, foram atendidas pelas unidades móveis de saúde. Dentre os problemas destacam-se insuficiência respiratória, agressão (algumas sofreram pisões durante o tumulto) e baixa na pressão arterial.

Um outro fato resolvido rapidamente foi o uso indevido de gás de pimenta por parte da GCM, na sexta-feira (12). Segundo a Prefeitura, “o gás de pimenta foi usado preventivamente para evitar uma tentativa de invasão e quem estava próximo ao local não pode deixar de sentir o efeito”. Testemunhas relataram que alguns integrantes do “O Teatro Mágico” estavam atendendo um grupo de fãs no portão próximo ao camarim quando um guarda, sem motivo aparente, atacou o grupo. Integrantes da banda sofreram os efeitos do gás. O GCM fugiu após o episódio. No dia seguinte, o secretário de Segurança Pública proibiu que os guardas portassem o artefato enquanto estivessem a serviço no Festival e se desculpou pelo mal entendido.

Compartilhe