Segunda etapa da construção do Teleférico é iniciada com a compra dos bondinhos

Na semana passada, o prefeito Saulo Benevides (PMDB) se reuniu com os secretários Nelsinho do Fórum (Finanças), José Carlos Agnelo (Obras) e José Vicente de Abreu (Administração), juntamente com representantes da empresa Rowema, vencedora da licitação da segunda fase do processo de licitação para contratação da fornecedora de equipamentos para o projeto do Teleférico de Ribeirão Pires.

Projeto turístico é considerado o maior do Estado em andamento

Projeto turístico é considerado o maior do Estado em andamento

“Mais um passo foi dado e a Prefeitura de Ribeirão Pires avança para a segunda etapa do projeto de construção do Maior Projeto Turístico do Estado de São Paulo”, disse o prefeito comemorando o avanço do projeto.

A Rowema é uma empresa internacional que já realizou diversas obras similares pelo Brasil, inclusive os teleféricos das cidades do Rio de Janeiro e Aparecida. “Em Ribeirão Pires optamos pelas cabines do tipo gôndolas, que são fechadas trazendo maior segurança e conforto aos munícipes”, afirma o secretário de Administração e Modernização, José Vicente de Abreu.

O maior projeto turístico do Estado de São Paulo conquistado no governo Saulo Benevides (PMDB), teve início pelo Parque Milton Marinho de Moraes (Camping) e tem como previsão de término, 18 meses. O projeto que atrairá turistas de todas as partes para conferir a bela paisagem que a Estância Turística oferece deve movimentar, em média, 56 segmentos de comércio e serviços, interligará o centro da cidade ao Parque Milton Marinho de Moraes, chegando às margens da Represa Billings, após uma parada no Mirante Santo Antônio. Trata-se de um projeto ambicioso na área do turismo com investimento de R$ 25 milhões, com recursos do Ministério do Turismo e do DADE (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias), sem nenhuma verba municipal.

O teleférico de Ribeirão Pires tem como base tecnológica cabines fechadas ao invés de cadeirinhas. Segundo o prefeito, o teleférico é mais um atrativo de desenvolvimento sustentável. “É o maior projeto turístico do Estado de São Paulo. Turismo é um grande negócio e já que Ribeirão Pires é uma cidade turística, temos que desenvolvê-la. Com isso, estamos reforçando a vocação da cidade com o turismo além do chocolate, gerando cerca de 800 empregos e movendo 56 segmentos. O projeto trará valorização do município e dos imóveis”, avalia.

O atrativo do teleférico será toda a vista panorâmica da natureza, mata atlântica, represa e parada religiosa. A ideia é integrar toda a parte gastronômica e cultural com a construção de uma fábrica de chocolate no local de parada, no Camping.

Investimentos – Ribeirão Pires, com cerca de 120 mil habitantes, investe em turismo visando criar novos empreendimentos no município. Neste projeto consta a criação de um Centro de Exposições, pier, restaurantes, cafeterias e casa de artesãos e a construção de uma fábrica de chocolates na chegada do teleférico.

O projeto inclui iluminação, paisagismo e segurança. A estação do parque temático ainda terá posto de bombeiros e contará com projetos de acessibilidade, para que as pessoas com mobilidade reduzida também possam desfrutar do atrativo.

Compartilhe