Secretário de Desenvolvimento Metropolitano vistoria ETEC de Rio Grande e anuncia verbas

Na última terça-feira, o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, recebeu a visita do secretário estadual de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita, que esteve na cidade para vistoriar as obras da nova ETEC que está sendo construída no Jardim Progresso.

Secretário Edmur Mesquita, Cezar de Carvalho, vereador Israel Mendonça e Prefeito Gabriel Maranhão durante vistoria

Durante a visita, o secretário elogiou a obra, que está sendo erguida com recursos do Centro Paula Souza, mantenedor da entidade, de aproximadamente R$ 6,5 milhões, e do Fumefi, o Fundo Metropolitano de Financiamento e Investimento, que está entrando com cerca de 1,8 milhão. “A grande revolução do mundo hoje é a revolução do conhecimento, é o que diferencia os países desenvolvidos dos subdesenvolvidos. Fico feliz em ver uma obra desta magnitude”, comentou o secretário Miranda.

“Rio Grande da Serra era a única cidade da região que não tinha ETEC e ela é de fundamental importância porque sabemos que, de cada dez jovens que estudam aqui, oito saem empregados. Ela veio para dar toda a condição para que nossos jovens se preparem para o mercado de trabalho”, completou Maranhão.

A ETEC, que está 70% concluída, irá gerar cerca de 70 empregos diretos e 200 indiretos e irá abrigar 720 alunos em dois períodos nos cursos de Construção Civil, Meio Ambiente e Computação. “Em especial o curso de Meio Ambiente é fundamental para as características da cidade”, comentou o prefeito, antes de elogiar o governo do estado pela parceria.

Maranhão concluiu ressaltando a necessidade de gerar mais empregos na cidade, até mesmo para absorver a mão de obra que será produzida na escola: “É um dos grandes desafios que eu tenho. Sabemos que Rio Grande é uma cidade-dormitório em que as pessoas saem para trabalhar pela manhã e só voltam no final da tarde. Nenhuma cidade cresce sem esse carinho para com a população e a própria cidade”, afirmou, antes de ressaltar que a cidade está esperando pela reforma da Lei Específica da Billings, que está em pauta na Assembleia para “facilitar a vinda de empresas” e “rediscutir o plano diretor”. “Rio Grande da Serra é a esquina do Brasil. Vamos trabalhar para trazer empresas não poluentes e também absorver a mão de obra que aqui será produzida”, concluiu Gabriel Maranhão.

Novo parque – Além da vistoria, o secretário também anunciou verbas do Fundefi para a construção de um parque linear na Avenida José Bello que, Maranhão ressalta, “será uma obra muito importante para todos os moradores, com uma calçada da ponte até a Praça da Gaivota, piso tátil e toda a acessibilidade, no mesmo padrão da Avenida Paulista. Hoje as pessoas dividem a volta para casa com os carros e isso não vai mais acontecer. É uma obra fundamental para que Moradores da Vila Conde, do Recanto das Flores, da Vila Tsuzuki possam voltar para casa com segurança, além de ser um instrumento muito importante de lazer para toda a população”.

Compartilhe