Saiba quais são as cinco multas de trânsito mais caras

No trânsito dos dias atuais é difícil não levar uma multa, sobretudo com o aumento de radares e da rigidez do CTB (Código

Infrator pode chegar a pagar quase R$ 6 mil e perder CNH

de Trânsito Brasileiro). Sendo assim, é bom o condutor estar ciente o quanto as multas pecuniárias podem pesar no seu bolso.
O Mais Notícias pesquisou e ranqueou as cinco infrações que mais custam caro para o bolso dos motoristas. Elas também estão divididas por ordem de gravidade, logo, as citadas nesta matéria são auto-suspensivas, ou seja, suspendem o motorista automaticamente. Portanto, são infrações acima das gravíssimas. Confira abaixo:
1ª – Art. 253-A: Usar qualquer veículo para, deliberadamente, interromper, restringir ou perturbar a circulação na via sem autorização do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre ela. Multa entre R$ 5864,40 e R$ 5869,40;
2ª – Art. 165: Dirigir sob a influência de álcool ou de qualquer outra substância psicoativa que determine dependência; Art. 173: Disputar corrida; Art. 174: Promover, na via, competição […] em manobra de veículo ou deles participar, como condutor, sem permissão da autoridade de trânsito; Art. 191: Forçar passagem entre veículos que, transitando em sentidos opostos, estejam na iminência de passar um pelo outro ao realizar operação de ultrapassagem. Multa de R$ 2934,70;
3ª – Art. 176: Quando o condutor, envolvido em acidente com vítima, deixa de realizar ações indicadas nos incisos I à V. Multa de R$ 1467,35;
4ª – Art. 218: Transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local em mais de 50%. Multa de R$ 880,41;
5ª – Art. 170: Dirigir ameaçando os pedestres que estejam atravessando a via pública ou os demais veículos e Art. 244: Incisos I à V. Multa de R$ 293,47.
Para mais informações e acesso à outras infrações além das multas, acesse este link.

Compartilhe