Rose Ciclista se destaca em competições pelo interior de São Paulo

Entre os dias 30 de outubro e 13 de novembro, a atleta ribeirãopirense Rose Ciclista, conquistou uma série de competições realizadas em diferentes cidades do interior do Estado. No dia 30, Rose disputou o Trip Trail de Paraibuna, um percurso de 46 km, onde a atleta conquistou a segunda colocação, ficando 2m30s à frente da terceira colocada, Bruna Rafaela atleta da Scott.
No dia 06 de novembro, Rose disputou a última etapa do campeonato Pedal Leve, na cidade de Araçariguama. A prova teve um percurso de 45 km com fortes subidas e decidas perigosas. A atleta liderou durante a prova toda. “Fui a grande campeã do campeonato de forma invicta, isto é, ganhei todas as 3 etapas: 1° e 2° etapa realizadas em São Roque e a 3° etapa realizada em Araçariguama”, comenta a ciclista.

Rose agora se prepara para a maior competição do ano que será realizada em Piedade

No dia 13, a competição aconteceu na cidade de Cabreúva, sendo a última etapa do Campeonato GP Ravelli, em um percurso de 30 km dentro do camping Floresta Encantada. “Eu estava muito preocupada com esta prova, pois o circuito era de cross country (modalidade que exige muita técnica dos atletas), mas superei minhas expectativas me sagrando campeã chegando 4 minutos à frente da 2° colocada”, destaca Rose, que sagrou-se campeã tanto da etapa quanto do campeonato.

Para Rose Ciclista, tais vitórias representam o esforço da atleta em competir de forma dedicada. “Estou muito feliz com os resultados que venho alcançando, todo o suor que dedico ao esporte está sendo recompensado”, disse.

No próximo sábado, dia 26, acontecerá o grande e último desafio do ano para Rose Ciclista: o MTB12hs, na cidade de Piedade. Nesta prova vence quem conseguir o maior número de voltas no percurso ao longo das 12hs. A competição tem início meio-dia.

Rose faz questão de agradecer seus patrocinadores que colaboraram com a presença dela em todas as competições: Marutaka , SEJEL, Fisk, Nipon (restaurante oriental), Prímula, DKS Bike. “Agradeço também ao meu mecânico, o Gambá”.

Compartilhe