Ribeirão Pires se despede da vereadora Mercedes D’Orto

Por Izabel Ferré e Danilo Meira

Anteontem, a população de Ribeirão Pires se surpreendeu com a notícia do falecimento da vereadora Mercedes D’Orto (PV). A vereadora esteve internada no Hospital Albert Einstein, na Capital, por várias semanas.

Mercedes (d) deixou marido e dois filhos

Mercedes D’Orto lutava contra um câncer desde setembro do ano passado. Aos 35 anos, deixou marido e dois filhos. Sua família tem uma larga história na cidade de Ribeirão Pires, mas ela se tornou mais conhecida a partir do ano passado, quando se lançou candidata a vereadora em uma campanha extremamente bem-sucedida, cujo jingle “é de Mercedes que eu vou”, aliado a “Onda Rosa”, caiu no gosto da população e fez dela a vereadora mais votada nas eleições, com 1.226 votos. Mais do que isso, seu discurso sempre acompanhado por um doce sorriso, cativou as pessoas. “Ao encarar tudo com bom humor as pessoas adquiriam mais esperança e é por essas pessoas que estou me candidatando”, falou à época.

A história de sua família, aliás, mostrou uma ampla luta em prol dos menos favorecidos. Sua avó que, por sinal, também se chamava Mercedes D’Orto, durante a Segunda Guerra Mundial, promoveu espetáculos teatrais gratuitos, uma forma de diminuir a dor daqueles que sofriam com a intolerância humana. “Minha avó era uma revolucionária. Eu também terei de ser”, comentou ela sobre os feitos da matriarca.

Ela herdou essa característica com louvor. Para se ter uma ideia, ainda jovem, aos 14 anos, abriu uma escola que oferecia educação de qualidade a muitos que não poderiam pagar por meio de bolas de estudo. Mais recentemente, junto com seu pai, construiu uma escola municipal com recursos próprios, no Jardim Aprazível, que virou modelo e leva justamente o nome que sua avó lhe emprestou. Como vereadora, os colegas de Casa não se cansam de dizer que sua grande luta era por uma cidade melhor e mais justa. “Foi o amor pela cidade que me fez ser uma candidata e agora, eleita, tenho que retribuir esse voto de confiança”, contou Mercedes após o pleito do ano passado.

Ao assumir o cargo, como vereadora mais votada, teve a honra de presidir tanto a posse quanto a primeira sessão ordinária da Câmara, algo que a deixou muito orgulhosa. Mesmo tendo ficado fora da mesa diretiva, Mercedes exerceu nestes pouco mais de sete meses de mandato o cargo de líder de governo de Saulo Benevides. Formada em Direito, faria aniversário no próximo dia 9 de agosto. Deixa marido, dois filhos e muita saudade em seus entes queridos e na população de Ribeirão Pires que a acolheu e abraçou.

Velório e sepultamento – O corpo foi velado na Câmara Municipal de Ribeirão Pires entre a noite da útlima terça-feira a manhã de ontem. Depois, seguiu para o Cemitério da Quarta Parada, na região da Mooca, em São Paulo, onde foi sepultado no início da tarde. na região da Mooca. O enterro aconteceu por volta das 14h. A Prefeitura de Ribeirão Pires decretou luto oficial de três dias.

Personalidades falam sobre Mercedes

A redação do Mais Notícias entrou em contato com algumas  personalidades ribeirãopirenses que comentaram o falecimento da vereadora Mercedes D’Orto e lhe prestaram condolências.

 “É uma pena, a Mercedes era como uma filha pra mim. Eu penso que Deus emprestou ela pra gente, e agora esse tempo na terra infelizmente se acabou. Estou muito triste, ela fará falta com seu jeito carinhoso e alegre de ser”.

Vereadora Diva do Posto (PR)

“Infelizmente, Ribeirão Pires perdeu uma ótima vereadora. Mercedes era muito trabalhadora e dedicada. Ela lutava em prol dos pobres e por uma cidade melhor”

Vereador Banha (PDT), presidente da Câmara Municipal

“Esse momento é muito delicado, mas posso dizer que é uma perda lastimável para o partido e também, como ser humano. A cidade, sem dúvida perdeu uma grande mulher e vereadora”

Cláudio Deberaldine, presidente do PV, partido de Mercedes.

“Ribeirão Pires sofreu uma grande perda. A vereadora Mercedes conquistou meu respeito e admiração pela dedicação aos projetos sociais que desenvolveu para melhorar a vida de tantas pessoas em nossa cidade. Dessa maneira, foi a vereadora mais votada na eleição de 2012. Me solidarizo aos familiares e pessoas próximas à Mercedes D’Orto”

Saulo Benevides, prefeito de Ribeirão Pires

“Há muito pouco a se dizer diante da morte. A morte é implacável e nenhuma palavra ameniza ou justifica. Quando muito consola, com o imprescindível auxílio do tempo. A morte levou Mercedes D Orto. Uma mulher forte, corajosa, determinada e lutadora. Uma mulher que tinha muitos sonhos não apenas para si e sua família, mas também para sua cidade. Estamos de luto, mas vamos fazer de seus ideais de justiça e humanidade a nossa grande homenagem!”

Clovis Volpi, ex-prefeito de Ribeirão Pires

“Foi uma grande perda para a cidade e também pessoal, mas que a dor da perda é temporária, pois acredito que um dia estaremos todos juntos novamente. Desejo muita sorte aos familiares e que a cidade produza uma outra vereadora tão boa como ela foi”.

Thiago Quirino, jornalista e amigo da família

Compartilhe