Régis Dias assume Secretaria Geral da Câmara de Ribeirão Pires

A Câmara Municipal de Ribeirão Pires tem, desde o dia 1º, um novo secretário-geral. Trata-se de Régis Dias, experiente funcionário de carreira da Casa de Leis.

Funcionário de carreira volta a ocupar função após oito anos

Funcionário de carreira volta a ocupar função após oito anos

Concursado desde 1998, já esteve no cargo entre 2005 e 2008, tendo ainda sido titular da pasta de Infraestrutura Urbana entre 2009 e 2012. Formado em Administração com ênfase em RH, usará os seus conhecimentos para a melhoria da qualidade de serviço prestado: “quero promover a sinergia entre todos e assim unir forças para um bem comum, que é promover o crescimento e o desenvolvimento de Ribeirão Pires. Minha gestão é focada em dar condições de trabalho para a vereança, assessores e parte administrativa, valorizando o melhor de cada um, para prestar um bom serviço junto à municipalidade”.

Nestes primeiros dias, o foco está em receber os novos funcionários: “a prioridade (neste primeiro momento) foi acomodar os vereadores, até porque temos vários novos. Estamos fazendo o processo de recepção, identificando e os alocando nos gabinetes e, mais tarde, iremos fazer uma integração com o pessoal do administrativo, que está em férias”, conta.

Na sua gestão, há a intenção de investir em serviços para melhorar a relação com a comunidade: “queremos melhorar a transparência, inclusive para que a população tenha acesso aos projetos e o que é discutido na Câmara, bem como a estrutura física, como um controle de acesso para segurança de vereadores e funcionários e melhorias no prédio”.

Régis Dias conclui falando sobre as diretrizes do período em que ficará na Secretaria Geral da Câmara: “Minha gestão será marcada por seriedade e comprometimento com o dinheiro público. Como gestor do orçamento, quero fazer o melhor possível com o que terei à disposição. Vamos buscar parcerias e maneiras de melhorar a Câmara e o atendimento à população de forma racional e eficaz”.

Concurso – Recentemente, o Tribunal de Contas apertou o cerco contra as Câmaras Municipais, especialmente no tocante a funcionários comissionados. No entendimento da Corte, tarefas comuns e burocráticas, devem necessariamente ser feitas por concursados. O presidente da Câmara, Rubão Fernandes (PSD), questionado pelo Mais Notícias após sua posse, relatou que há a intenção de realizar um concurso público mais adiante. O Secretário Geral confirma os planos e relata as adequações que já foram feitas: “O Tribunal fez o apontamento em anos passados sobre esse caso. Por conta disso, a presidência anterior promoveu a alteração nos gabinetes, de três para dois assessores já a partir de janeiro. Há também alguns cargos gratificados, em comissão, ocupados por funcionários de carreira. Vamos trabalhar para resolver a situação o quanto antes”.

Ele relata que o concurso será feito em um futuro não muito distante: “Temos algumas pessoas que estão prestes a se aposentar e algumas funções que teremos de repor. Mais adiante haverá a necessidade de abertura de um concurso, mas teremos que ver a questão da folha de pagamentos e também de espaço físico, para alocar as pessoas”.

Compartilhe