Reciclagem começa a ser rotineira nas famílias brasileiras

Todos nós sabemos que o lixo é tóxico ao ser humano. Mas, sabemos também que alguns produtos não precisam necessariamente ir para lixões, pois são reaproveitáveis, como derivados do plástico (garrafas pet, por exemplo). Existem cooperativas que trabalham nisso, mas há também famílias que tratam de reciclar os objetos.

Algumas famílias criam cooperativas próprias

Algumas famílias criam cooperativas próprias

Existem pessoas que vivem só da reciclagem do óleo de cozinha, o que gera receita para eles (em torno de R$ 1,8 mil) e ainda reduz os impactos no meio ambiente (o que facilita o trabalho de limpeza da água, quando se joga o óleo ralo abaixo). Uma das formas de se reaproveitar o óleo após o tratamento é o de repassar para indústrias de biodiesel.

Já a reciclagem de produtos como o plástico se dá de várias formas. Uma das principais é o artesanato. Pode-se fazer praticamente de tudo: Esculturas, cortinas, adornos, suportes, entre outras coisas. Esses produtos podem ser revendidos depois, ou mesmo ser utilizado como decoração na casa da família.

As crianças também podem entrar na brincadeira. Afinal de contas, os recicláveis podem virar brinquedos. Até mesmo papel pode ser reutilizado, por meio de procedimentos químicos, o que pode ser feito por qualquer um e a qualidade é excelente. O site Reciclagem Fácil possui bons artigos sobre como você pode aproveitar seus recicláveis. O endereço é www.reciclagemfacil.com.br.

O que reciclar?

Basicamente, as únicas coisas que não dá para reciclar em casa são o vidro, que necessita de um tratamento mais cauteloso e industrial, e materiais orgânicos, como restos de alimentos. De resto, caixas de leite, de ovos, garrafas pet, caixas de papelão de hambúrguer, entre outros, servem muito bem como futuras decorações baratas e rentáveis. Normalmente, shoppings centers e empresas, escolas, estações de trem, etc., possuem lixeiras regulamentadas para receber cada tipo de lixo. Geralmente, a de cor verde recebe vidros, a vermelha recebe plásticos, a azul recebe papéis e a amarela, metais.

Compartilhe